a rádio web da cidade

AO VIVO
Baixe já seu app
PUBLICIDADE

Cidade

Publicidade

Hospital de Caridade de Erechim comemora o Dia Nacional da Saúde

Evento promoveu ações de prevenção a doenças

Por: Ascom
Fotos: Divulgação
Equipe multiprofissional do HC

No dia 5 de agosto foi comemorado o Dia Nacional da Saúde, e, um dia antes, o Hospital de Caridade de Erechim desenvolveu uma programação gratuita no centro da cidade, na esquina democrática, entre as ruas Itália e Nelson Ehlers, com a Av. Maurício Cardoso.

Integrantes da Comissão de Humanização e Eventos, juntamente com profissionais de enfermagem e nutrição, verificaram a pressão arterial daqueles que passaram pelo local, assim como distribuíram frutas e fôlderes de orientações sobre prevenção de doenças como o colesterol e o tabagismo. O objetivo foi promover a conscientização sobre a prevenção e riscos de doenças. A atividade também marcou o Dia Nacional de Combate ao Colesterol (08/08) e o Dia Nacional de Combate ao Fumo (29/08).

Segundo a direção do hospital, o Dia Nacional da Saúde é uma data especial para reiterar a importância da manutenção de hábitos saudáveis, mostrando à população formas de prevenção e tratamento de doenças, com foco especial no combate ao colesterol e ao fumo. É um momento para ressaltar a importância de buscar no dia a dia por um equilíbrio físico e mental. Para isso alguns fatores devem ser seguidos, como uma boa alimentação, um bom descanso, atividades físicas e cuidados com a higiene pessoal.

ATENÇÃO PARA O COLESTEROL

Para marcar a passagem do Dia Nacional de Combate ao Colesterol, comemorado no dia 8 de agosto, o HC chamou a atenção para uma doença silenciosa e assintomática: o colesterol, que é um dos principais fatores de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares. No organismo, desempenha funções essenciais, como a produção de hormônios e vitamina D. Também atua na produção da bile, na digestão de alimentos gordurosos, na metabolização de algumas vitaminas, dentre outas funções.

O colesterol em excesso pode criar barreiras nos vasos sanguíneos e obstruir a passagem do sangue. Seu acúmulo na parede dos vasos é mais nocivo em pessoas diabéticas, hipertensas, obesas, sedentárias e tabagistas. O grande problema é que a doença não apresenta sintoma. A única maneira de saber se o nível do colesterol está elevado é por meio do exame de dosagem. A doença pode ser controlada com alimentação balanceada e com a prática regular de atividades físicas.

 CUIDADOS ESPECIAIS

– Controlar a pressão arterial, o diabetes e o peso corporal;

– Parar de fumar;

– Reduzir a quantidade de ingestão de álcool;

– Minimizar o estresse;

– Realizar atividades físicas regularmente.