a rádio web da cidade

AO VIVO
Baixe já seu app
PUBLICIDADE

Segurança

Publicidade

Inquérito que apura morte de menino em Ipiranga do Sul deve ser concluído em 15 dias

Investigações apontam que afogamento aconteceu de forma acidental

Por: Da redação
Fotos: Patram Erechim
patram ipiranga (6)

Pelo menos dez pessoas já prestaram depoimento à Polícia Civil de Sertão sobre a morte do menino Guilherme da Silva Andrade, de 12 anos. Segundo as investigações, os fatos indicam morte acidental, destaca a Polícia Civil. O que a Polícia ainda não conseguiu esclarecer, é se houve ou não participação de uma cobra na morte do menino.

O acidente aconteceu na tarde do dia 31 de dezembro, quando a vítima e o irmão de 15 anos estariam brincando no Rio Teixeira, na zona rural de Ipiranga do Sul. O irmão, que estava junto na hora da tragédia, disse em depoimento a Polícia que não viu nenhuma serpente.

“O inquérito já está em fase de conclusão. Até o momento não há indicativo de crime ou falta de cuidados por parte de familiares do menino. O que sabemos é que as crianças estavam brincando no rio, o que é comum, especialmente na zona rural, e aconteceu essa fatalidade. O que não temos certeza é da existência de uma cobra”, explica o delegado Adroaldo Schenkel, que está a frente das investigações.

O inquérito sobre o caso deve ser concluído em 30 dias. Nesta segunda-feira, a Patram retomou as buscas pelo animal, nas margens e leito do Rio Teixeira.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE