a rádio web da cidade

AO VIVO
Baixe já seu app
PUBLICIDADE

Agronegócio

Publicidade

Produtores distribuem leite em protesto contra crise no setor

Preço pago ao produtor chega a ser menor que o custo de produção

Por: Ivanor Oliviecki
Fotos: Ivanor Oliviecki
PRINT FOTO

Produtores distribuíram leite no centro de Erechim nesta quarta-feira em protesto pelo baixo preço recebido pelo produto. Foram 470 litros entregues aos motoristas que passaram pela Avenida Sete de Setembro, no início da tarde, em frente à entrada do Seminário de Fátima.

O protesto fez parte de uma atividade coordenada pela Fetraf – Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar, e Sutraf – Sindicato Unificado dos Trabalhadores da Agricultura Familiar do Alto Uruguai, que reuniu produtores e lideranças da região no Centro de Eventos do Seminário de Fátima. Pela manhã lideranças como Rui Valença, coordenador da Fetraf-Sul, passaram aos produtores informações sobre a crise em que se encontra o setor. Douglas Cenci, coordenador do Sutraf Alto Uruguai explicou que na reunião com os agricultores, cooperativas e sindicatos da região foram abordados assuntos como os motivos para a queda nos preços pagos ao produtor, o que fazer para superar essa crise e o orçamento que o governo terá para o ano que vem. “A queda no preço se deve a uma redução no consumo de leite no Brasil, na ordem de 20%, aliada às importações de leite. Atualmente os produtores recebem valores que variam entre R$ 0,60 a R$ 1,10 por litro, e o custo de produção acompanha esse valor ou  é superior ao preço de venda. Além dos prejuízos suportados pelos produtores nos últimos meses, tendência é que preço caia ainda mais no próximo mês”, destaca.

Conforme Cenci, a viabilidade da atividade leiteira interfere diretamente na permanência dos produtores no campo. “Nos últimos dois anos 25 mil famílias deixaram a atividade no Rio Grande do Sul. A Fetraf tem um estudo que aponta que, se nada for feito, 50 mil famílias podem deixar a atividade ou mesmo deixar o meio rural”, alerta o coordenador do Sutraf Alto Uruguai.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE