a rádio web da cidade

AO VIVO
Baixe já seu app
PUBLICIDADE

Saúde

Publicidade

Queda de pelos em felinos: é normal ?

Dê atenção ao seu bichano, passe mais tempo com ele, ofereça alimentação e suplementação adequadas, arranhadores e muito carinho! E fique atento ao comportamento dele em casa e, se perceber alguma alteração, consulte sempre um médico veterinário.

Por: Da Redação
Fotos: Divulgação
11

A queda de pelos pode ser resultado de uma série de fatorescomo falta de escovação, dieta pobre em nutrientes, altas temperaturas, estresse. É claro que a causa deve ser sempre muito bem investigada, mas a boa notícia é que, muitas vezes, com uma simples suplementação em sua alimentação, podemos reverter esse quadro de queda de pelo e até mesmo melhorar em muito o aspecto ralo e seco da pelagem!

A partir do momento em que os gatos passam a viver dentro de casa, podem se tornar “sedentários” através deste fator pode resultar em problemas de saúde, estresse, maior queda de pelos.

Engana-se quem acredita que os felinos são independentes! Na natureza sim, porém quando escolhem seus tutores ou vice-versa, somos meros “escravos”! Uma analogia, é claro, porém, que remete à realidade dos dias atuais. Eles esperam muito da gente.
Na natureza eles caçam, correm, por muitas vezes quilômetros, e nessa atividade roçam em quase todo tempo em arbustos, troncos e rolam no mato! Mas em casa, eles acabam passando grande parte do dia sozinhos e nossa ausência durante o dia faz com que eles acabem dormindo até mais do que as dezesseis horas de sono.

A falta (ou diminuição) desse contato entre tutores e seus gatos, pode fazer com que muitas alterações passem desapercebidas, como por exemplo, os problemas de pele ou queda de pelos.

É nesse momento que podemos entrar com a suplementação dos famosos ômega 3 e ômega 6. É isso mesmo: os ômegas são importantes não só para nós, mas também para os felinos!

Os ômegas 3 e 6 são ácidos graxos poliinsaturados essenciais para a saúde dos felinos. Esses ácidos graxos em particular, não são produzidos pelo organismo do gato, por isso devem ser fornecidos no seu dia-a-dia. Eles ajudam a criar uma barreira protetora na pele do gatinho, ajudando na prevenção de infecções, alergias e reduzindo inflamações. Sua deficiência pode resultar em pele seca, pelagem opaca e quebradiça, susceptível a irritações. Existem estudos que mostram que a suplementação com ômega 3 e 6 ajuda até na prevenção de doenças cardíacas.
Embora essa suplementação seja importante, é importante também frisar que ela deve ser feita somente sob a prescrição de um médico veterinário.

É possível encontrar ômegas 3 e 6 para felinos hoje no mercado em diversas apresentações: seja no formato de cápsulas ou até mesmo em pasta palatável, para aqueles bichanos que não aceitam cápsulas.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE