a rádio web da cidade

AO VIVO
Baixe já seu app
PUBLICIDADE

Economia

Publicidade

Sindicato confirma início de discussões sobre demissões coletivas na Comil

Número de possíveis demissões na Comil ainda não está definido

Por: Da Redação
Fotos: Divulgação
COMIL_Lorena

No início da tarde desta segunda-feira, 29, a empresa erechinense de ônibus e carrocerias Comil, emitiu uma nota informando a suspensão total de suas atividades, de forma remunerada aos funcionários, até a próxima quinta-feira, 1º de setembro.

O anúncio foi feito diante de uma um processo de reestruturação da empresa e de seu quadro de pessoal, necessário para adequar-se à atual situação do mercado interno. “Tal medida é resultado da grave crise que o Brasil está enfrentando, com grande impacto no mercado de ônibus”, diz a nota.

“Todos os funcionários, a partir desta data, até o dia 1º de setembro, estarão em licença remunerada em toda a sua jornada de trabalho. Enquanto isso, a empresa estará negociando com o sindicato o desligamento de parte de seu quadro de funcionários”, amplia a nota.

O presidente da Sindicado dos Metalúrgicos de Erechim, Fábio André Adamczuk, explica que empresa já informou o Sindicato sobre as possíveis demissões, mas que ainda não há um número específico. “A empresa já nos informou que está realizando uma reestruturação, e isso compreende a redução do quadro de funcionários. Está prevista uma reunião para esta terça-feira, 30, onde serão tratados os números de demissões em específico e como se dará toda a ação”, explica Fábio André Adamczuk.

Fábio também explica que todas as negociações de demissões coletivas passarão pelo conhecimento do Sindicato. “Existe um termo de ajustamento de conduta firmado com o Ministério Público do Trabalho que obriga a empresa a negociar demissões coletivas com o Sindicato. Caso isso não aconteça poderá gerar multa”, finaliza Adamczuk.

Ainda na nota enviada nesta segunda, a Comil citou o atual momento econômico brasileiro. “A Comil lamenta se somar a outras tantas empresas que precisaram tomar esta difícil decisão. Mas reforça seu compromisso em fazer todos os esforços que estiverem ao seu alcance para diminuir ao máximo os impactos, mantendo o respeito e a seriedade que sempre teve com toda sua equipe, clientes, parceiros e fornecedores”, completa a nota enviada à imprensa.