divdiv
PUBLICIDADE

Agronegócio

Publicidade

Ação da Brigada Militar em parceria com Secretaria da Agricultura flagra contrabando de bovinos

Durante atividade de vigilância na fronteira, a Brigada Militar (BM) flagrou e registrou o descaminho de bovinos da Argentina para a cidade gaúcha de Porto Mauá

Por: Estado RS
01141944_1686112_GD

Durante atividade de vigilância na fronteira, a Brigada Militar (BM) flagrou e registrou o descaminho de bovinos da Argentina para a cidade gaúcha de Porto Mauá. Os animais eram atravessados pelo rio, com o auxílio de uma pequena embarcação. A BM solicitou apoio da Supervisão Regional de Santa Rosa da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr).

Uma equipe de fiscais agropecuários seguiu até a propriedade rural e constatou o flagrante de 31 bovinos contrabandeados da Argentina para o Estado. Alguns animais, inclusive, ainda estavam com botons de rastreamento individual do país vizinho.

Os animais foram imediatamente apreendidos e encaminhados ao abate sanitário na manhã da sexta-feira (6/11), eliminando o risco sanitário. O Rio Grande do Sul é Estado livre de febre aftosa sem vacinação. A Argentina é livre de febre aftosa com vacinação, por isso, o trânsito de animais não é permitido para o território gaúcho.

A multa para os proprietários pelo ingresso ilegal de 31 animais no Estado foi de 13.100 UPF (Unidade de Padrão Fiscal), equivalente a cerca de R$ 265 mil. Os proprietários podem recorrer da multa.

“Ações de combate ao contrabando de animais como essa são de fundamental importância para a manutenção da sanidade agropecuária do Estado. Foi uma atividade exemplar de parceria da Brigada Militar e o Departamento de Defesa Agropecuária”, disse Francisco Lopes, coordenador do Programa Sentinela da Seapdr.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Publicidade