a rádio web da cidade

AO VIVO
Baixe já seu app
PUBLICIDADE

Segurança

Publicidade

Advogado da madrasta diz que Graciele Ugulini é ré confessa, mas não havia intenção de matar a criança

Defesa alegou que o menino se automedicava e que o excesso de ingestão do remédio causou a sua morte

Por: Da Redação
Fotos: Divulgação/ TJRS
Pompeo

O Advogado Vanderlei Pompeu de Mattos, durante sua sustentação oral,  declarou que Graciele Ugulini é ré confessa, mas não havia intenção de matar a criança. Entretanto, admitiu que não há argumentos para a ocultação do cadáver, o que classificou como uma “atitude insana”.

“Uma tragédia acidental. Ela vai responder por homicídio culposo e ocultação de cadáver”, resumiu. “Uma decisão serena para que estas pessoas possam ser reinseridas na sociedade”, desejou o defensor.

Pompeo de Mattos criticou o que chamou de “desvirtuamento da dinâmica”, conferindo à imprensa um apelo excessivo ao caso. “Não enxergo a comunidade sentada aqui. Aqueles vingadores de plantão disseminados por entrevistas, induzidos ao erro. Cadê a comoção social?”

O defensor afirmou que as expressões usadas por Graciele sobre Bernardo foram ditas “no campo da teoria”. E alegou que o menino se automedicava e que o excesso de ingestão do remédio causou a sua morte.

Chamada de psicopata pela acusação,  Pompeu de Mattos afirmou que Graciele apresenta um quadro depressivo e que a madrasta de Bernardo pensou em suicídio. E defendeu a semi-imputabilidade dela.

Quer receber conteúdo diferenciado e exclusivo? Clique aqui.

Acompanhe o ao vivo o último dia de julgamento do caso Bernardo no facebook do grupo Atmosfera de Comunicação.

oferecimento-1

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Publicidade