PUBLICIDADE

Cidade

Publicidade

AEL na 21ª Feira do Livro de Erechim

Neste ano, a entidade será responsável por um grande Sarau Músico-Literário, aberto ao público, com expressões literárias e musicais da própria Academia.

Por: Ascom AEL
Fotos: Divulgação AEL
WhatsApp Image 2019-10-18 at 15.29.19

A AEL-Academia Erechinense de Letras esteve reunida na quarta-feira, 16, no espaço que contém o acervo de Ondina Piaia, na Biblioteca Municipal Gladstone Osório Mársico, para a reunião ordinária mensal, com expressiva participação dos acadêmicos.

Dentre os assuntos tratados, o mais importante deles, refere-se as atividades da AEL na Feira do Livro, que acontece de 5 a 10 de novembro, na antiga EMA, bem como a escala dos acadêmicos na Feira para atendimento ao público visitante.

Neste ano, a AEL será responsável também por um grande Sarau Músico-Literário, aberto ao público, com expressões literárias e musicais da própria Academia.

Dentre as atrações culturais da Feira do Livro, a convite da Federação da Unimed, através do acadêmico Alcides Stumpf e apoio da AEL, acontece a palestra “Crônica como transfiguração da realidade”, a ser proferida, pelo jornalista Juremir Machado, convidado para este fim, no dia 10 de novembro, às 15h, no Auditório principal.

A assessora de cultura Tainete Farina, representando a Secretaria Municipal de Cultura, participou da reunião, apresentando o croqui da Feira, com espaços demarcados para os expositores, salas para o patrono receber seus convidados, espaço da AEL, dos autores independentes, Biblioteca, o café, espaços de convivência, um bom chimarrão para que o público visitante sinta-se à vontade neste evento cultural que está na sua vigésima primeira edição, e que tem como tema “comunicação: partilha de relações e de saberes”.

Lembrado pela presidente da AEL, professora Lucia Pagliosa, que neste ano, o Patrono da Feira, é o jornalista José Adelar Ody, integrante da Academia, o que muito orgulha a mesma.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Publicidade