divdiv
PUBLICIDADE

Emprego

Publicidade

Agências do Sine reabrem nesta segunda para auxiliar encaminhamento de seguro-desemprego durante a pandemia

Em Erechim as atividades serão realizadas mediante agendamento e senhas aos usuários

Por: Da Redação/Ascom
carteira_de_trabalho2

A partir desta segunda-feira (11/5), as agências do Sistema Nacional de Emprego (Sine) no RS voltam a atender de forma presencial. As unidades estavam fechadas desde março como medida de prevenção ao novo coronavírus. A prioridade será auxiliar quem está com dificuldades para encaminhar o benefício do seguro-desemprego on-line.

Ao todo, 126 agências retomam os atendimentos presenciais. Levando em consideração as particularidades de cada município, as agências de Osório, Novo Hamburgo e Gravataí, além das unidades Azenha, na capital, e TudoFácil (no Centro e na Zona Sul de Porto Alegre), vão permanecer fechadas. Os atendimentos por meio dos canais virtuais nestas localidades seguem normalmente.

Em Porto Alegre, serão realizados, exclusivamente, nas Agências FGTAS/Sine Centro (rua José Montaury, 31) e Zona Norte (av. Baltazar de Oliveira Garcia, 2.132). Todas as agências coordenadas pela Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social (FGTAS) vão atender, de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h.

Todos os atendimentos deverão cumprir com as normativas do Ministério da Saúde e do decreto do governo do Estado que determinam cuidados com os ambientes, com a higienização e a disponibilização de equipamentos de proteção individual (EPIs) aos agentes aptos para o atendimento ao público, assim como para os que buscam o serviço. Os canais virtuais como e-mail, telefone e WhatsApp seguem mantidos.

Será permitida a entrada e permanência de público equivalente ao número de atendentes da FGTAS disponível no ambiente. É obrigatório, ainda, o uso de máscara e distância de, no mínimo, dois metros entre os trabalhadores que aguardam atendimento nas filas que se formarem eventualmente. O diretor-presidente da FGTAS, Rogério Grade, orienta que, quem puder, agende o atendimento para evitar aglomerações.

É importante lembrar que pode haver restrição de atendimento em região de bandeira vermelha. O novo modelo de distanciamento apresentado pelo governador Eduardo Leite prevê quatro estágios de controle por meio das bandeiras amarela, laranja, vermelha e preta. A amarela indica uma situação mais amena, com medidas mais flexíveis, e avançando o grau de restrições até a preta, quando seria necessário maior restrição.

De acordo com a secretária de Trabalho e Assistência Social, Regina Becker, é importante que as pessoas sejam acolhidas, recebidas e orientadas da melhor forma possível, principalmente aquelas que mais necessitam e estão com problemas para acessar as linhas digitais e encaminhar o benefício do seguro-desemprego.

“Estamos passando por um momento delicado, em que o trabalhador procura encontrar soluções para os seus problemas. O atendimento vai facilitar este processo e pode auxiliá-lo a encontrar saídas para outras demandas. Além disso, as agências podem informar sobre possíveis vagas ofertadas em cada região para quem acabou de perder o seu emprego”, destaca. Conforme levantamento da FGTAS, os setores que mais aumentaram a oferta de empregos em meio à pandemia foram supermercados, serviços de tele-entrega e setor farmacêutico.

Solicitações de seguro-desemprego

Segundo dados do Ministério da Economia, da segunda quinzena de março até o dia 26 de abril houve o registro de 54.785 solicitações do benefício no Rio Grande do Sul. Desses, 42.955 foram on-line e 11.830, presencial. Por dia, em média, no Estado, são recebidos 6 mil e-mails relativos ao benefício. No Brasil, em igual período foram registradas 775.194 solicitações, sendo 616.714 on-line. Em março e abril do ano passado, no Rio Grande do Sul, foram registradas 70.304 solicitações do seguro-desemprego. Desses, apenas 731 foram on-line e o restante, 69.573, de forma presencial.

Como solicitar o benefício pela internet

• O trabalhador pode realizar o encaminhamento do benefício seguro-desemprego pela internet após sete dias da dispensa, por meio do aplicativo Carteira de Trabalho Digital
• Uma vez com acesso à conta, é preciso clicar em “Solicitar Seguro-Desemprego” e informar o número do requerimento que está no comunicado de dispensa.
• Em seguida, confirmar a solicitação e obter um comprovante ao final do processo.
No portal www.gov.br também pode ser encaminhado o benefício.

Clique aqui e veja vídeo com um passo a passo para o encaminhamento.

Se a solicitação on-line for concedida automaticamente, receberá a informação de que a emissão das parcelas ocorrerá em 30 dias contados a partir da data de liberação pelo sistema. Caso ocorra problemas no encaminhamento on-line, entre em contato pelo telefone 158.

Se o sistema notificar pendências, o cidadão deve enviar e-mail para a Agência FGTAS/Sine da sua cidade para que seja fornecido auxílio nas situações de seguro empregado doméstico, seguro com alvará judicial, seguro por término de contrato ou se o sistema acusar confirmação no posto e divergência de dados cadastrais.

Sine Erechim

Em Erechim as atividades serão realizadas mediante agendamento e senhas aos usuários para encaminhamento de seguro desemprego que não estejam conseguindo fazer pelo aplicativo ou atendimento online. A agência do SINE/FGTAS é comandada pela coordenadora do Trabalho e Assistência Social, Sandra Marmentini e está localizada na Rua Itáli 299, sala 01. Informações e agendamentos pelo telefone (54) 3522-1870 / 3522 – 1944.

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE