PUBLICIDADE

Região

Publicidade

Ato de entrega do edital da BR 153 acontece neste sábado

Edital corresponde apenas à primeira etapa que engloba a liberação de recursos para o desenvolvimento do projeto, e será necessário ainda buscar os recursos para viabilizar a execução da obra

Por: Da Redação
transbrasiliana (10)

Acontece neste sábado, 14, a partir das 10 horas, no auditório da Biblioteca Central da Universidade de Passo Fundo, o ato de entrega do edital de licitação para contratação de empresa para elaboração de estudos e projetos básicos e executivos de engenharia para pavimentação do trecho da BR 153 entre Erechim e Passo Fundo. Conforme o edital, publicado em agosto e cujo prazo para encaminhamento das propostas vai até o dia 19 de setembro, os projetos envolvem estudos para adequação de capacidade, melhoria da segurança e eliminação de segmentos críticos da rodovia.

Com 68,4 quilômetros de extensão não pavimentados, a rodovia tem  atualmente um tráfego de 1.298 veículos por dia, conforme estudos do DNIT. A partir da pavimentação, estima-se que esse número deverá chegar a 5.500 veículos diários. Esta rota é bastante utilizada por caminhoneiros que transportam grãos e a pavimentação da rodovia facilitará o escoamento da produção agroindustrial na região, impactando diretamente na redução de fretes e tempo de viagem dos transportadores de carga, além de desafogar o tráfego na rodovia estadual ERS-135.

De acordo com o edital, disponível no site do DNIT, a rodovia será construída em pista simples com acostamento em ambos os sentidos. Dentre as intervenções previstas nos projetos, destacam-se a reabilitação e adequação de 11 pontes em concreto armado. São elas: Arroio Cravo; Rio Erechim; Arroio Pardo, Arroio São Roque; Arroio Facãozinho; Arroio Inhupacá; Arroio Tigre; Arroio Bugio; Caraguatá; Arroio Miranda e Rio Passo Fundo. Haverá ainda outras intervenções, como a implantação do acesso à pedreira municipal e melhorias nos acessos às localidades de Quatro Irmãos, Erebango, Ipiranga do Sul, Estação e Entre Rios, Coxilha e às comunidades Fauth, Urbana Vila São Roque e São Judas. Também estão previstos melhoramentos dos entroncamentos da BR-153 com a ERS-135 e com a BR-285/RS.

BR-153

Conhecida como Transbrasiliana, a BR-153 possui 4,35 mil quilômetros. Em extensão, é considerada a quarta maior do Brasil, com passagem pelos estados do Pará, Tocantins, Goiás, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. No estado do Rio Grande do Sul, ela tem início na divisa com Santa Catarina e termina em Aceguá, município próximo à fronteira com o Uruguai.

O edital corresponde à primeira etapa que engloba a liberação de recursos para o desenvolvimento do projeto. Com o projeto será necessário se buscar os recursos para viabilizar a execução da obra, uma vez que isso não é contemplado neste edital. Mesmo com uma sinalização de que a obra possa ser executada pelo Exército Brasileiro, ainda assim seria necessária a liberação dos recursos pelo Governo Federal.

Demanda histórica
Os 68,4 km entre Passo Fundo e Erechim constituem o único trecho não pavimentado da via. A conclusão dessa obra é uma demanda histórica da região, considerando que há municípios sem acesso asfaltado no trajeto, além da sua importância para o escoamento da produção agrícola e para o desenvolvimento do comércio, indústria e serviços, limitados pela precariedade da infraestrutura logística.

Em 2015 foi constituído, pela UPF juntamente com os Coredes Produção e Norte e URI, o Comitê Executivo Pró-Conclusão da Obra da BR 153 – chamada “Transbrasiliana”, entre Passo Fundo e Erechim. Desde então, foram organizadas diversas ações pautadas por essa temática visando a sensibilização das autoridades para a conclusão da obra.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Publicidade