- Atmosfera On.line - https://atmosferaonline.com.br -

Áurea deve decretar situação de emergência por conta das chuvas

A precipitação registrada em Áurea, no começo da noite da última quarta-feira (06), deixou estragos na cidade e leva a Defesa Civil Voluntária do município a considerar decretar situação de emergência.  A informação é do coordenador do órgão, Lauro Siepko. A visita de profissionais da Defesa Civil de Passo Fundo, para vistoriar as áreas mais afetadas e emitir um parecer, era aguardada na tarde de hoje. Segundo Siepko, estradas viscinas, pontes, escolas e até mesmo residências que se localizam às margens do Rio Leão, que corta a cidade, ficaram danificadas com a chuva.

A precipitação registrada variou entre 90 e 150 milímetros, conforme a Defesa Civil Voluntária.  O volume em algumas localidades foi superior a média histórica para o mês de março na cidade, que é de 128 mm, de acordo com o Instituto Rio Grandense do Arroz (IRGA). Durante a noite, imagens divulgadas pelos moradores mostraram que um posto de combustíveis no centro da cidade e várias ruas sofreram com o acúmulo de água e alagamentos.

A secretária de Educação de Áurea, Leise Olszewski Pomagerski, confirmou que as aulas estão suspensas em toda a rede municipal de ensino. Na Escola Municipal de Ensino Fundamental Agricola de Áurea, todas as salas ficaram alagadas e, ao longo desta semana, direção e comunidade escolar realizarão reparos e limpeza no local.  Uma laboratório de informático também foi atingido pela água e a equipe da Secretaria deve avaliar, ao longo desta quinta e sexta-feira, os danos causados aos equipamentos.

Muitas estradas do interior do município ficaram intransitáveis, conforme relatou Lauro Siepko. Pontes e bueiros foram destruídos pela chuva e, nesta manhã, cinco dos sete motoristas do transporte escolar de Áurea não conseguiram realizar os trajetos pelo interior do município. A dificuldade para que os alunos cheguem à escola foi um dos motivos que levaram ao cancelamento das aulas, aponta a secretária de Educação. As atividades nas instituições de ensino devem voltar a normalidade na próxima segunda-feira (11).