a rádio web da cidade

AO VIVO
Baixe já seu app
PUBLICIDADE

Segurança

Publicidade

Carência de servidores é uma realidade do Posto Médico Legal de Erechim

O órgão realiza 60% das necropsias da região e 75% dos serviços de criminalística. O restante dos atendimentos precisam ser realizados em Passo Fundo

Por: Paloma Mocellin
WhatsApp Image 2019-04-23 at 08.38.59

No Posto de Erechim a necropsia para mortes violentas é realizada nas 3ª, 4ª e 5ª feiras, além de alguns finais de semana.  O serviço é feito em um espaço cedido pelo hospital de Caridade. Nos demais dias a vítima precisa ser encaminhada a passo fundo. Só que mesmo com esse atendimento parcial, o Posto Médico Legal de Erechim ainda consegue atender a 60% das necropsias e 75% da demanda dos serviços de criminalísticas. Os serviços de urgência do Posto de Criminalística de Erechim funcionam aos sábados e domingos dias de maior demanda, os demais são atendidos pelo posto de passo fundo.

A direção do IGP diz que está trabalhando para a abertura de novas vagas no concurso ainda em andamento. Havendo esta autorização, serão chamados novos servidores. “Erechim, estima mais 2 médicos legista, 1 perito criminal e 4 técnicos em perícia. Desta forma os do Posto de Criminalista e Posto Médico Legal poderão ocorrer durante a semana e também aos finais de semana”, disse o coordenador do IGP Norte Ricardo Durks.

Os exames de lesões corporais acontecem de 2a a 6a, a partir das 12h. É importante que as pessoas se dirijam ao prédio do Instituto Geral de Pericias antes desse horário, com identidade e ofício de solicitação do exame. Exames de violência sexual também são atendidos de 2a a 6a. Nos casos de urgência, a delegacia de polícia aciona o médico legista, que orienta onde para onde a vítima deve se dirigir. As coletas de impressões digitais, por indisponibilidade de papiloscopista são feitos por equipes de passo fundo, durante a semana e também aos finais de semana.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Publicidade