divdiv
PUBLICIDADE

Religião

Publicidade

Celebração marca abertura oficial da ANPJ em Erexim

“A Pastoral da Juventude, nestes 50 anos, não tem feito outra coisa senão expressar que o amor consiste mais em obras que em palavras”

Por: Diocese de Erexim/Santuário de Fátima
Fotos: Gabriela Zoti e Helô Nascimento
WhatsApp Image 2020-01-08 at 14.55.50

Começou nesta terça-feira (07), na diocese de Erexim, a Ampliada Nacional da Pastoral da Juventude (ANPJ). Cerca de 120 jovens de todo o país, participaram da celebração de abertura no Santuário de Nossa Senhora de Fátima, presidida pelo bispo auxiliar da arquidiocese de Curitiba e um dos membros da Comissão Episcopal Pastoral para a juventude (CEPJ), dom Amilton Manoel.

Em sua homilia, o bispo, destacou o bonito caminho jubilar que a Pastoral da Juventude vem construindo no seu processo de celebração dos 50 anos e saudou a todos presentes, afirmando que a PJ é um serviço à juventude.

“Que alegria estar com vocês neste início da Ampliada Nacional da Pastoral da Juventude. Um marco na Igreja do Brasil, sobretudo quando tratamos do tema: Juventude. Uma parada importante nesta caminhada de 50 anos da Pastoral da Juventude do Brasil. Aprochega! Mais do que um jeito de falar destas terras, é a proximidade que nos torna cúmplices de uma nova história, uma proximidade que, neste momento nos enche gratidão, alegria e desejo de comprometimento maior com a vida. Aprochega! É a energia boa do encontro”.

Ao longo da fala, Dom Amilton ressaltou, a partir dos 3 anúncios do Papa Francisco para os jovens, na exortação “Christus Vivit”, os desafios da PJ, nos próximos 50 anos:

“A Pastoral da Juventude, nestes 50 anos, não tem feito outra coisa senão expressar que o amor consiste mais em obras que em palavras. O Papa, nos brindou, no mês de março de 2019, com uma exortação para os jovens que aponta alguns desafios, no contexto da cultura urbana e dos novos areópagos da sociedade moderna, como: Jovens com perda de sentido da vida, a drogadição e jovens encarcerados”, completou.

O Secretário Nacional da Pastoral da Juventude, Davi Rodrigues, recordou todas as parcerias no processo de construção da ANPJ e destacou a importância de reunir todos os regionais na primeira ampliada nacional que acontece na região sul do país.

“Reunir pessoas de todos os regionais do Brasil, por si é um ato profético, o testemunho do esforço que cada um fez para estar aqui é sinal do reino entre nós. Rumo aos 50 anos, em tempo jubilar, ousemos sonhar novos marcos referenciais para a vida da pastoral”.

Na mística do aprochegar os/as delegados/as foram acolhidos com a mateada, que representa a tradição local, momento de partilha, comunhão e reencontro. O dia foi encerrado com a mesa de abertura, que foi composta pela secretária diocesana da PJ de Erexim, Rocheli Koralewski, o secretário regional da PJ Sul 3, Felipe Toniolo, o bispo auxiliar de Curitiba, dom Amilton Manoel, assessora nacional da comissão episcopal para juventude, Irª Valéria Andrade, o Vigário Geral da diocese de Erexim, Pe. Cleocir Bonetti, que também leu carta enviada pelo Administrador Diocesano, Pe. Antônio Valentini Neto, e o secretário nacional da PJ, Davi Rodrigues.

A programação da ANPJ, segue até o próximo domingo, 12 de janeiro.

Texto: Wesley Alexandre

Fotos:

Banner 970x90px - master
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Publicidade