PUBLICIDADE

Cidade

Publicidade

Cidade às escuras: luminárias com lâmpadas queimadas proliferam por Erechim

Apesar de ter investido mais de R$ 20 mil em manutenção de luminárias tipo pétala, diversos locais enfrentam problemas com deficiência na iluminação pública

Por: Da Redação
Fotos: Ivanor Oliviecki
luminaria tipo pétala

Quem chega a Erechim à noite pela Avenida Sete de Setembro pode ser surpreendido pela carência na iluminação no trevo e no primeiro trecho da Avenida Sete de Setembro. A iluminação pública existente nos canteiros centrais e rótulas das principais vias da cidade apresenta lâmpadas queimadas em diversos locais, mas é ainda mais grave nesse trecho da principal avenida de Erechim. A maioria das luminárias do tipo pétala tem pelo menos uma lâmpada queimada, mas alguns postes não tem nenhuma lâmpada funcionando, o que deixa o local ainda mais escuro.

Essa situação reflete na questão de segurança, principalmente dos pedestres que não são visualizados pelos motoristas e correm o risco de ser atropelados.

Mas se o problema é mais grave nesse trecho da Avenida Sete de Setembro que fica próximo da BR 153, ele também existe, mesmo que em menor intensidade, em outros pontos da cidade. Na Esquina Democrática, como é chamado o cruzamento da Avenida Maurício Cardoso com as ruas Itália e Nelson Ehlers, duas das quatro lâmpadas da luminária central estão queimadas. A situação é a mesma a uma quadra dali, na luminária instalada no canteiro existente no cruzamento das ruas Aratiba, Itália e Avenida Presidente Vargas. Das quatro lâmpadas, duas não funcionam, e os motoristas precisam redobrar o cuidado ao transitar pelo local pela dificuldade em visualizar os pedestres que usam a faixa de segurança. Mais uma quadra, no próximo cruzamento da Avenida Presidente Vargas, desta vez com a Rua Alemanha, mais uma luminária com apenas duas das quatro lâmpadas funcionando.

O secretário de Obras, Vinícius Anziliero diz que pela necessidade de equipamento específico para substituição dessas lâmpadas, uma empresa terceirizada faz a manutenção de tempos em tempos, geralmente entre dois e três meses, e que as lâmpadas com problemas deverão ser substituídas após a finalização de todas as ordens de serviço já iniciadas.

Conforme o portal da transparência do TCE, em 2018 o Município de Erechim fez dois empenhos referentes a contratação de empresa especializada, por sistema de registro de preços, para conserto das luminárias tipo pétalas nos postes de iluminação. Um dos empenhos, de 24 de maio, teve valor de R$ 11.040,00, e outro, de 15 de agosto, de R$ 9.200,00, totalizando R$ 20.240,00.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Publicidade