divdiv
PUBLICIDADE

Simone Krauze

Nutrição

Nutrição comportamental e comer consciente: a nova tendência aliada a reeducação alimentar

Em tempos em que a estética corporal assume um papel importante e de preferência na população, a busca por dietas que resolvam os problemas estéticos tem uma procura intensa, especialmente nos períodos que antecedem o verão. Porém, se esquece de priorizar a saúde em si, e na busca ansiosa do emagrecimento e culto ao corpo, as conseqüências vão desde um transtorno alimentar até um transtorno psicológico.

A busca por “dietas” mostra cada vez mais uma população insatisfeita, pois não mantém os resultados por muito tempo. E você sabe por que isso acontece? É bem simples: não houve mudanças em seu comportamento alimentar, ou seja, o momento em que você decidiu buscar a “dieta” como solução, esta não considerou os gatilhos causadores do teu aumento de peso ou de doenças.

Por isso, a REEDUCAÇÃO ALIMENTAR tem um papel mais forte na mudança de hábitos. E aliada a ela, temos no momento um instrumento de grande valia nos processos de mudança alimentar: a NUTRIÇÂO COMPORTAMENTAL. Recentemente realizei um curso que me capacita enquanto nutricionista em Terapeuta Nutricional, pois as bases estão nesta nova tendência: o olhar comportamental dos hábitos alimentares e do ato de comer.

A NUTRIÇÃO COMPORTAMENTAL que utilizo nos atendimentos domiciliares e de consultório tem o foco em como o paciente come o que difere da nutrição tradicional em que o foco está apenas em nutrientes e alimentos, ou seja, no que o paciente come.  Esta nova tendência faz você compreender o que é comer de verdade, aprende os princípios do COMER CONSCIENTE (Mindful Eating).

 

O comer consciente é estar atento aos seus pensamentos, emoções, sensações físicas no momento atual. É compreender e respeitar fome e saciedade para orientar suas decisões para começar e terminar de comer. Com prática, o comer consciente permite tornar-se ciente do positivo e nutrir as oportunidades que estão disponíveis através da seleção de alimentos e preparação, respeitando a sua própria sabedoria interior, Reconhecendo respostas para alimentos (gostos, desgostos ou neutro), sem julgamento, punições ou restrições.

 

É O COMER SEM CULPA! É REEDUCAR O COMPORTAMENTO NUM TODO! REAPERENDER A COMER! É COMER COM CONSIENCIA! OU VOCE PREFERE AINDA PASSAR FOME NA ILUSÃO DE CURAR TUDO E EMAGRECER?

Comer menos não é sinônimo de saúde… comer com qualidade sim!

Publicidade
Publicidade
Publicidade