a rádio web da cidade

AO VIVO
Baixe já seu app
PUBLICIDADE

Economia

Publicidade

Comil apresenta crescimento enquanto plano de recuperação judicial não é aprovado

Empresa contratou 60 novos funcionários até junho deste ano, e alguns de seus produtos tiveram aumento de demanda de 67% no primeiro semestre

Por: Da Redação
comil aerea

Pela segunda vez, a exemplo do que havia acontecido em maio, a assembleia de credores da Comil para avaliar o plano de recuperação judicial da empresa foi suspensa. A assembleia teria continuidade na última quarta-feira, dia 18, mais foi novamente suspensa a pedido dos credores. A suspensão da assembleia foi pedida por um dos bancos credores, e aprovada por representantes de 94,7% dos créditos. Na mesma ocasião a empresa apresentou uma alteração no plano de pagamento apresentado em maio, e propôs o pagamento de R$ 800 mil ao mês dos créditos trabalhistas, a ser distribuído proporcionalmente entre os empregados até a aprovação do plano de recuperação.

Assim, a Assembleia Geral de Credores fica suspensa por 60 dias – até 18 de setembro, a fim de viabilizar a concretização das negociações com as instituições financeiras para só então colocar em votação o Plano de Recuperação Judicial da empresa.

Segundo a Comil, que emitiu uma nota, os credores se mostraram favoráveis à suspensão, pois a empresa vem demonstrando, desde o pedido de recuperação judicial (em setembro de 2016) uma situação estável, com ótimo produto e vendas crescentes, tanto que a produção aumentou 43% em relação ao ano anterior. Conforme a empresa, sua principal linha de produtos, o rodoviário, apresentou, no primeiro semestre deste ano, crescimento ainda maior, na ordem de 67% comparado com o mesmo período do ano passado. “Essa demanda inclusive ampliou o quadro funcional, levando à contratação de 60 novos funcionários até junho deste ano”, diz a empresa.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Publicidade