PUBLICIDADE

Cidade

Publicidade

Corsan revela que manganês está deixando água marrom em Erechim

Minério estaria concentrado em reservatórios da ETA 2

Por: Cristiane Rhoden
Fotos: Seguidores Atmosfera Online/Luiz Carlos Arpini
WhatsApp Image 2020-02-03 at 14.04.41

A situação da água que chega até as residências de Erechim está revoltando os moradores. Há pelo menos sete dias a coloração marrom tem obrigado a população a comprar água para consumo e limpeza. Nesta segunda-feira, 03, a Corsan revelou ao Atmosfera Online que o manganês está deixando a água escura. O minério estaria concentrado em reservatórios da Estação de Tratamento 2, localizada no Distrito Industrial.

O problema foi registrado nos bairros Zimmer, Cerâmica, São Cristóvão, Poletto, São Vicente de Paula, Atlântico, Cristo Rei, Bela Vista, José Bonifácio, Aeroporto, Morada do Sul, Centro e Copas Verdes. A empresária, Elixandra Zanini, revela que além de não poder consumir a água, o problema gerou outros prejuízos. “Faz sete, oito dias que nós estamos nessa situação. A água é bem suja, realmente é um barro. Podem até dizer que a água é potável, mas não tem condições de tomar essa água. É uma água barrenta. A gente teve problemas com chuveiro. Eu mandei arrumar três chuveiros na semana passada, meu filtro de água entupiu justamente por causa dessa água com barro. Eu trabalho com limpeza predial vinha pra casa suada pra tomar banho não tinha condições. Tu se sujava mais com a água do que se limpava na verdade”, desabafa.

Manganês da água

Em entrevista ao Atmosfera Online nesta segunda-feira, o gestor da unidade local da Corsan, Ivo Antonio Sobis informou que o problema é provocado pelo manganês. “Esse minério é encontrado em todas as águas. A gente consegue fazer a análise da água ainda quando ela é coletada em água bruta quando a gente coleta na barragem. E a água que vem da barragem ela não da o manganês. É na hora do tratamento que ta ocorrendo o manganês. O primeiro procedimento foi expurgar a água de redes, hidrantes e ramais. Ficamos uma semana nesse trabalho e quando chegou à sexta-feira a gente viu que a situação piorou e buscamos alternativa.Vou preciso verificar de onde estava vindo o problema já que não era na água brita. Então verificamos o problema estava na Estação de Tratamento 2 que está localizada no Bairro Industrial.A gente tem que tirar todo claro e fazer a limpeza dos reservatórios. Já limpamos dois e hoje estaremos fazendo a limpeza de um terceiro” explica.

Previsão incerta

Sobis destaca que os moradores podem entrar em contato com a Corsan para que a companhia faça o expurgo da água em locais específicos. “A população liga para a Corsan e nós vamos até o local e realizamos o expurgo da água. Estamos trabalhando 24 horas. Existem uns locais críticos ainda, mas achamos que nos próximos dias o problema seja resolvido. Eu posso garantir que a água da Corsan tem qualidade e quando ela chega limpa ela pode ser consumida sim”, finaliza o diretor local da companhia de abastecimento.

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Publicidade