a rádio web da cidade

AO VIVO
Baixe já seu app
PUBLICIDADE

Saúde

Publicidade

Cuidados essenciais com os dentes das crianças

Ao seguir essas dicas, você irá garantir que seu filho desenvolva hábitos saudáveis. Mas só um profissional pode analisar e indicar os melhores produtos odontológicos para garantir um pleno desenvolvimento da saúde bucal.

Por: Asscom
Fotos: Divulgação
dente

O surgimento do primeiro dentinho em uma criança costuma ser um marco para as famílias. Contudo, esse momento também apresenta novas responsabilidades para os pais em relação à saúde bucal de seus filhos.

 

Escovações adequadas, higienização de toda a boca e cuidados com a alimentação estão entre as principais ações que devem ser feitas pelos pais e responsáveis. São elas que evitarão os dois principais problemas da infância: a cárie e a erosão.

 

A cárie é causada por bactérias que vivem na boca e se aproveitam do alimento que ingerimos para produzir a placa que causa as lesões nos dentes. A erosão é ainda mais grave, corroendo o esmalte que reveste o dente, interferindo até em seu desenvolvimento.

 

Apesar de todos os perigos, poucas famílias conseguem manter os filhos longe das cáries. A última edição da Pesquisa Nacional de Saúde Bucal, divulgada em 2012, indica que 53,4% das crianças até cinco anos possuem cárie em pelo menos um dente.

 

Mas como evitar esses problemas e garantir o desenvolvimento saudável dos dentes das crianças? Confira algumas dicas que estimulam hábitos de higiene nos pequenos e deixam a cárie e outros problemas longe de suas bocas.

 

Dica 1 – Dê o exemplo para os seus filhos

É na infância que as crianças aprendem e assimilam novos conceitos e, na maioria dos casos, repetindo o comportamento dos adultos. Elas costumam fazer as mesmas ações de seus pais – o que exige um comprometimento maior das pessoas.

 

Como exigir que o filho escove os dentes após as refeições se ele vê o pai ou a mãe deixando de lado essa atividade? É essencial que todos em casa tenham hábitos saudáveis para a higiene bucal e sirvam de exemplo para os mais novos.

 

Para isso, uma alternativa interessante é escovar os dentes ao lado das crianças. Essa prática reforça não só a importância da escovação, como também serve para o filho tirar dúvidas e ver o modo correto para higienizar sua boca.

 

Dica 2 – Tenha cuidado com a alimentação

A saúde bucal não depende apenas da higiene. Na verdade, o trabalho de prevenção começa justamente com o tipo de alimento que a criança ingere, determinando se ela estará livre, ou não, de cáries e outros problemas.

 

Produtos industrializados e ricos em açúcar e amido são a principal fonte para o surgimento de problemas dentais na criança. Evite esses alimentos e procure oferecer um cardápio mais saudável, como frutas e carnes.

 

Além de serem opções melhores para o desenvolvimento da criança, a solidez de frutas e carnes auxiliam no fortalecimento dos dentes e permitem que os dentes de leite caiam em um momento adequado.

 

Dica 3 – Promova hábitos saudáveis diariamente

Não descuide da higienização dos dentes de seu filho! É preciso reforçar a importância dessa prática todos os dias até a criança assimilar o hábito e realizar sozinho todas as atividades necessárias para limpar sua boca.

 

A melhor atitude para isso é elogiar cada iniciativa correta da criança. Ao mostrar e reforçar que ele aprendeu, seu filho ou filha vai desenvolver um senso de responsabilidade, associar boas práticas com algo correto e aprovado pelos pais.

 

Contudo, esse estímulo não pode estar vinculado a recompensas e presentes, principalmente se envolver doces e comidas industrializadas. Isso cria um efeito contrário e a criança vai escovar o dente apenas para ingerir mais açúcar.

 

Dica 4 – Converse com a criança

Mesmo com crianças pequenas, a conversa é uma boa aliada para reforçar hábitos saudáveis, principalmente quando envolve a saúde bucal. Mostre os problemas que uma escovação e higienização mal realizadas podem ocasionar.

 

Mostre que a saúde bucal é importante para evitar problemas mais graves, como a perda do dente ou dores. Para isso, utilize exemplos que façam sentido para a criança, como desenhos, ilustrações e até colegas da creche ou escola.

 

Envolver seus filhos em “conversas” com adultos mostra à criança que ela está crescendo, associando iniciativas de higiene bucal com esta nova fase de sua vida.

 

Dica 5 –  Faça do dentista um amigo da criança

Por fim, os pais precisam mostrar que o dentista não é um inimigo. Muitos adultos acabam associando a imagem desse profissional a dor e sofrimento – o que naturalmente faz com que as crianças tenham medo quando precisam fazer a consulta.

 

Aliás, assim que surgir o primeiro dentinho, já é recomendável marcar uma consulta para que o dentista possa avaliar a saúde bucal e passar mais informações para garantir o desenvolvimento saudável dos dentes de leite.

 

O ideal é fazer uma visita a cada seis meses – mesmo período para um adulto. Na verdade, seria ideal marcar consultas conjuntas entre pais e filhos, ajudando a afastar qualquer receio que a criança possa ter desses profissionais.

 

Ao seguir essas dicas, você irá garantir que seu filho desenvolva hábitos saudáveis. Mas só um profissional pode analisar e indicar os melhores produtos odontológicos para garantir um pleno desenvolvimento da saúde bucal.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Publicidade