a rádio web da cidade

AO VIVO
Baixe já seu app
PUBLICIDADE

Agronegócio

Publicidade

Dia do Agricultor – A difícil missão de produzir alimentos

Sucessão familiar e a busca de alternativas para viabilizar as pequenas propriedades são alguns dos desafios da atividade

Por: Da Redação
agricultura-familiar

O Dia do Agricultor foi criado através do Decreto de Lei nº 48.630, de 27 de julho de 1960, em comemoração ao aniversário de 100 anos da fundação do Ministério da Agricultura.

O presidente Jucelino Kubitschek foi quem assinou a lei, acreditando serem os agricultores os principais responsáveis pelo crescimento econômico do Brasil, em meados do século XX.

Passado esse tempo a importância do agricultor permanece. Douglas Cenci, coordenador do Sutraf – Sindicato Unificado dos Trabalhadores da Agricultura Familiar do Alto Uruguai ressalta porém as atuais dificuldades para manter a os agricultores produzindo alimentos. “Começa pela sucessão familiar. A população rural está envelhecida”, explica. Douglas também menciona a dificuldade do agricultor familiar se manter em atividades tradicionais, como a produção de leite. “É preciso buscar opções, como a fruticultura”, completa.

Independente das dificuldades e necessidades que enfrenta, Cenci salienta a força e empenho dos produtores familiares da região, que encontram estímulo na organização e união em entidades e cooperativas para encontrar formas de superar os desafios.

 

Diferença entre Dia do Colono e Dia do Agricultor

Até pouco tempo era muito comum os agricultores comemorarem seu dia em 25 de julho, o Dia do Colono. Como até algumas décadas a maioria dos agricultores da região era ou imigrantes (que colonizaram a região) ou seus filhos, a data acabava sendo comemorada. O termo colono, por muito tempo também era usado para definir os agricultores.

A data de 25 de Julho foi instituída como Dia do Colono em 1968, com a criação da Lei Federal 5.496, porém a data já era conhecida fazia um bom tempo, pois desde 1924, quando estava ocorrendo às comemorações do centenário da vinda dos alemães para o Rio Grande do Sul, a data foi reconhecida e usada para celebrar os colonos, principalmente os alemães. A história dessa data está marcada pela chegada dos primeiros alemães, que em 18 de julho de 1824, vieram para se instalar no Brasil, desceram em Porto Alegre, sendo recebidos muito bem pelos governantes da época. Logo após, em 25 de julho, realizaram o que seria o primeiro culto evangélico do Estado, tornando a data como um marco para região, ampliando a cultura religiosa, antes regida apenas pelo catolicismo e religiões indígenas.

dia do agricultor

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Publicidade