PUBLICIDADE

Estado

Publicidade

Emissão de licença para transporte especial de cargas ficará mais rápida

Reunião sobre a agilização na emissão da licença foi realizada na sede da Secretaria de Logística e Transportes

Por: Ascom Selt
Fotos: Ascom Selt
18095907_1751460_GD

A emissão de licença para a circulação de caminhões que transportam veículos, chassis e cargas paletizadas vai ficar mais ágil. As mudanças na resolução que autoriza essa modalidade de transporte foram tema de uma reunião na tarde da quinta-feira (17/10) na Secretaria de Logística e Transportes.

Ainda este ano, as novas regras devem ser publicadas no Diário Oficial do Estado. A alteração consiste no fim da obrigatoriedade do registro em fotos da inspeção dos veículos que realizam o transporte especial de cargas. “Seguiremos com a devida fiscalização desse serviço em nossas rodovias, no intuito de garantir a segurança e a fluidez do tráfego aos usuários”, explicou o secretário Juvir Costella. “No entanto, vamos desburocratizar a liberação das licenças, facilitando essa importante atividade econômica”.

De acordo com o procurador do Sindicato Nacional dos Cegonheiros (Sinaceg), Olnei Huber, a emissão da Autorização Especial de Trânsito (AET) deve ficar 60% mais rápida. “Como o serviço dos cegonheiros e rodotrens é mais uniforme, notávamos um excesso de documentação que precisávamos reunir para termos nossos caminhões liberados”, afirmou. “Essa alteração vai representar uma agilidade enorme para os profissionais do setor”.

Participaram da reunião, ainda, o secretário adjunto de Logística e Transportes, Eduardo Krause; o diretor-geral do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), Sívori Sarti da Silva; o diretor-presidente da Empresa Gaúcha de Rodovias, Urbano Schmitt; o diretor de Logística e Integração da Selt, Roberto Niederauer; o diretor de Operação Rodoviária do Daer, Sandro Wagner Vaz dos Santos; o diretor do Sinaceg, Antenor Garibaldi; e o advogado Jones Martins.

Informatização do sistema

Fornecida pelo Daer, a Autorização Especial de Trânsito (AET) passou a ser totalmente informatizada este ano. Desde julho, os cegonheiros têm solicitado o documento diretamente no site da autarquia – vinculada à Secretaria de Logística e Transportes –, sem que precisem se deslocar até o órgão estadual.

Com o sistema on-line, o trâmite, que antes levava de 15 a 30 dias, pode ser concluído em menos de uma semana.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Publicidade