divdiv
PUBLICIDADE

Cidade

Publicidade

Erechim permanece em bandeira preta mais uma semana

Devido à situação do sistema de saúde do Estado estar próxima do colapso, o governo não irá aceitar pedidos de cogestão de municípios em bandeira preta

Por: Dhieison Cardoso
URGENTE-CORONAVIRUS-BLACK (1)

Na tarde desta quinta-feira, 25, foi divulgado pelo Governador Eduardo Leite que o Estado não serão aceitos os pedidos de homologação da cogestão dos municípios em bandeira preta no mapa do Distanciamento Controlado.

A AMAU encaminhou na última terça-feira,23, o plano de cogestão ao Governo do Estado e o prefeito Paulo Polis esteve em reunião com a secretária de saúde Arita Bergmann em Porto Alegre para discussão de uma possível flexibilização dos protocolos e retomada da bandeira vermelha, porém, devido a situação de sobrecarga no sistema de saúde, este pedido não deverá ser acatado.

O sistema de saúde do Rio Grande do Sul está próximo do colapso e o Governo acionou a fase mais crítica do plano de contingência para conter o avanço da pandemia de Covid-19.

A Secretária Arita informou que a situação está crítica e o estado enfrenta mais de 90% da ocupação nas UTIs, além disso, orientou o uso de todas as estruturas hospitalares para o atendimento de pacientes.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Publicidade