a rádio web da cidade

AO VIVO
Baixe já seu app
PUBLICIDADE

Segurança

Publicidade

Erechinense é indiciado pela polícia como mentor do ataque a banco em Porto Xavier

Ezequiel David Trindade é um dos bandidos mais procurados pelos órgãos de segurança do Estado

Por: Da Redação
Fotos: Polícia Civil
IMG-20190514-WA0046

A Polícia Civil indiciou os seis homens que atacaram a agência do Banco do Brasil em Porto Xavier.  O grupo foi denunciado por tentativa de latrocínio e formação de organização criminosa. Durante as buscas, o PM Fabiano Heck Lunkes, 34 anos, foi morto em confronto com um dos criminosos. Segundo o delegado Heleno dos Santos, foram indiciados Delci Engers, Ivo Zimmer, Flávio Rogério Oliveira, Aleixo Gustavo Zelinski, Luciano Aguilar de Mattos e o erechinense Ezequiel David Trindade.

 

Ezequiel Trindade é apontado como o líder do grupo e mentor intelectual do ataque. Ele está foragido. Os demais indiciados são acusados de participação ou envolvimento no crime. De acordo com o Delegado Heleno dos Santos este é apenas o primeiro inquérito sobre o assalto encerrado pela Polícia. Nele, os indiciados foram responsabilizados pela tentativa de latrocínio contra o delegado e os outros policiais civis que trocaram tiros com os criminosos na frente do banco.  Dois dos apontados como participantes morreram. Izaquiel Gonçalves Souza, de 52 anos e Alexandre Pacheco da Silva de 44 anos.

Dois inquéritos ainda seguem abertos: o que investiga quem foi o autor do tiro que matou Lunkes e outro sobre a receptação do dinheiro roubado.  O ataque ao banco aconteceu em 24 de abril.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Publicidade