divdiv
PUBLICIDADE

Religião

Publicidade

Falece Frei Domingos Collet

Faleceu no dia que completaria 84 anos: 02 de agosto de 2020, às 01h30, no Hospital Unimed, Caxias do Sul, em decorrência de insuficiência respiratória e fibrose pulmonar. Frei Domingos possuia 84 anos e 64 de vida religiosa

Por: Capuchinhos do Brasil/CCB
187686dcc7947265cf57a408e9538f10

Faleceu no dia que completaria 84 anos: 02 de agosto de 2020, às 01h30, no Hospital Unimed, Caxias do Sul, em decorrência de insuficiência respiratória e fibrose pulmonar. Frei Domingos possuia 84 anos e 64 de vida religiosa. Filho de Angelo Eugênio Collet e Amábile Massarollo, nasceu em Erechim, RS. Ingressou no Seminário de Veranópolis em 1947. Fez o noviciado, no Convento Sagrado Coração de Jesus, Flores da Cunha, em 1954, onde aconteceu também a profissão dos votos religiosos, no dia 30 de julho de 1955. Professou solenemente aos 31 de julho de 1958, na Capela do Convento Imaculada, em Caxias do Sul. Como religioso capuchinho viveu em muitas fraternidades e prestou inúmeros serviços à Igreja e à Ordem Capuchinha. Nos primeiros 5 anos de vida religiosa atuou em diferentes setores da Gráfica e Editora São Miguel, em Caxias do Sul. De 1959 a 1963, auxiliou na pastoral paroquial em Aparecida do Taboado, Mato Grosso. O ano de 1962 foi muito significativo para Frei Domingos, pois ele trabalhou arduamente na Construção do Novo Seminário Frei Leopoldo, em Hidrolândia, Goiás. De 1964 a 1983, auxiliou nos serviços e na missão do Instituto de Menores, em Bagé. A sua trajetória na cidade de Bagé inclui ainda os anos de 1997 a 2002, como diretor da casa de formação. Durante 4 anos (1993 a 1996) atuou como diretor na Casa de Formação na Fraternidade de Maracajá, em SC. A partir do ano de 2003, dedicou-se a cuidar dos cadastros de assinantes do Correio Riograndense e do Calendário Antoniano, visitando zeladores do calendário e agentes do jornal. A facilidade comunicativa levou-o a prestar, além da missão do calendário e do jornal, serviços pastorais em André da Rocha, onde permaneceu durante os anos de 2012 a 2017. Em 2018 atuou na pastoral em Vacaria e, em 2019, em Nicolau Vergueiro.

Frei Domingos será recordado como um Irmão Capuchinho alegre, comunicativo e fiel ao carisma franciscano. Tinha um carinho especial por sua família. Ele amava muito a natureza. O cuidado para com a saúde o tornava um apaixonado por chás e pela alimentação alternativa. Os exercícios físicos eram fonte de energia e de disposição. A Província dos Capuchinhos do Rio Grande do Sul agradece ao Frei Domingos, por todo o bem que ele realizou. Hoje, no céu, Frei Domingos celebra festivamente o seu aniversário: 84 anos bem vividos. Paz e Bem.

Banner 970x90px - master
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE