- Atmosfera On.line - https://atmosferaonline.com.br -

Famílias temem suspensão de atendimentos na Aquarela Pró Autista

Há seis anos realizando atendimentos em Erechim a Associação Aquarela Pró Autista atende hoje 37 crianças. Pelo menos uma vez por semana os pacientes vão até a entidade para garantir evolução, um melhor relacionamento e sorrisos. Tudo isso com a ajuda de uma equipe de profissionais capacitados.
Mas esses atendimentos podem estar com os dias contados. Isso porque a Aquarela passa por dificuldades financeiras. O recurso que a associação recebia da Prefeitura de Erechim foi cancelado há quase dois anos.  Mesmo com a ajuda de alguns municípios da região, a partir de agora os tratamentos poderão ser cobrados ou suspensos.

Uma realidade que assusta as famílias atendidas na associação. Os pais garantem que a evolução das crianças é constante e diária. Vanderleia é mãe do Lucas, de 19 anos, que iniciou tratamento no local há 12 meses. Apesar de recente a dona de casa não tem dúvidas: as duas horas semanais que o filho passa na Aquarela são essenciais para as pequenas conquistas do dia a dia.

Luciane também tem um filho autista. Ela é mãe do Mateus que tem só dois anos de idade. Para ela a ajuda da entidade é tão importante para o filho que bastariam 30 minutos semanais para perceber os resultados da atividade desenvolvida na Aquarela.  A situação de Tamires Rodrigues é um pouco mais complicada. Sem condições de arcar com os custos de um tratamento particular, há quatro meses ela espera por uma vaga na associação. O atendimento no local poderia melhorar a vida da filha Emanuelli que tem apenas um ano e seis meses.

Em nota a Prefeitura de Erechim informou que o município oferece atendimento de atenção básica em saúde, nos postos de saúde. Quando o paciente necessita de atendimento especializado, é encaminhado para consulta dentro ou fora do domicílio, serviço subsidiado pelo município. Também diz a nota que a Prefeitura adquire os serviços da Associação Aquarela Pró Autista através de um contrato firmado em 2016 que está em plena vigência para atendimento de pessoas portadoras de Transtorno do Espectro Autista. E por fim, a nota destaca que através da Secretaria de Cidadania, foram realizados dois chamamentos públicos em 2017. A entidade foi selecionada com dois projetos pelos quais deverá ser contemplada com R$ 7.000,00, e R$ 9.000,00.

Confira a íntegra da nota enviada pela Prefeitura:

1 – O município oferece atendimento de atenção básica em saúde, com porta de entrada nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), que fazem consultas médicas, pré-natal, vacinas e encaminhamentos. Quando o paciente necessita de atendimento especializado, é encaminhado para consulta dentro ou fora do domicílio, serviço subsidiado pelo município;

 

2 – Igualmente em relação à saúde mental a porta de entrada para atendimento é uma UBS, que realiza triagem e avaliação e posterior encaminhamento necessário;

 

3 – O atendimento fonoaudiológico para alunos da rede municipal de Educação que necessitam deste atendimento é feito na Secretaria Municipal de Educação. A Secretaria Municipal de Saúde recebe outras demandas. Se a pessoa que necessita deste mesmo tipo de atendimento for autista é encaminhada para atendimento junto a Apae;

 

4 – A Apae é a entidade devidamente referenciada pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para este tipo de assistência;  

 

5 – O município adquire os serviços da Associação Aquarela Pró-Autista através do contrato administrativo 799/2016, que está em plena vigência, para atendimento de pessoas portadoras de Transtorno do Espectro Autista, dentro da realização Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos. O serviço é estabelecido pelo Sistema Único de Assistência Social (SUAS);

 

6 – A Secretaria Municipal de Cidadania executa ações diretas para pessoas com diversos tipos de deficiência e vulnerabilidades, através da proteção social básica desenvolvida nos Centros de Referência em Assistência Social (CRAS) e da proteção social especial, no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS);

 

7 – Através da Secretaria Municipal de Cidadania, foram realizados dois chamamentos públicos em 2017, nos quais a Associação Aquarela se habilitou. A entidade foi selecionada com os projetos ‘Criando Oportunidades’, no qual será contemplada com R$ 7.000,00, e ‘Semeando o Amanhã’, no valor de R$ 9.000,00;

 

8 – Nos próximos meses a Secretaria Municipal de Cidadania deverá lançar mais editais de chamamento público, nos termos da Lei Federal nº 13.019/14, visando formar novas parcerias com as entidades do município.