PUBLICIDADE

Cidade

Publicidade

Feira do Livro movimenta a população através da cultura  

A programação se estende até domingo

Por: Ascom Prefeitura Erechim
Fotos: Divulgação Erechim
DSC_0294

 

A Feira do Livro, aberta nesta terça-feira, 5, nas antigas instalações da EMA tem levado centenas de estudantes e amantes da leitura para interagirem através das letras e das diversas atividades que estão sendo desenvolvidas nesta edição.

Na abertura os espaços foram ocupados por estudantes que estiveram no Espaço Multiuso, Auditório, Espaço da Biblioteca Pública Municipal e o palco principal que contou com a presença do músico gaúcho Nei Lisboa com o show 40 anos de estrada.

No dia de ontem as programações tiveram continuidade com a Hora do Conto, palestra com o tema A poesia em sala de aula, oficinas de jogos adaptados para deficientes visuais, numa realização do IFRS. Também ocorreu o lançamento do livro “Em defesa do bem comum” e debate sobre Desafios do Bem Comum no Brasil, com Thiago Ingrassia Pereira da UFFS.

A noite teve palestra com o tema Literatura Regionalista e o caso da Coluna Campereada com Paulo Mendes, jornalista do Correio do Povo, palestra sobre Empoderamento Feminino com Magna Regina Barp Tessaro e o lançamento do livro Síndrome de Gabriela. Finalizando os trabalhos da noite, lançamento da coleção Arteiro, livros infantis de Joemir Camargo Rosset.

Nesta quinta-feira, 7, as programações seguem com conversa sobre literatura e comunicação para alunos do Ensino Médio com o jornalista do Correio do Povo Paulo Mendes, igual atividade acontece no início da tarde. Também acontece a hora do conto a partir das 14h, sarau de Poesia Sonora, mesa redonda com lançamento do livro Novos conhecimentos em educação de Thiago Ingrassia Pereira, Programa de Educação Tutorial da UFFS, das 17h às 19h no auditório.

Ainda na programação da noite, das 19h às 22h, espaço da Biblioteca Pública Municipal com a oficina “A literatura e a magia das dobraduras” do curso de Pedagogia da URI, às 20h apresentação do livro “Amor Incondicional” em uma roda de conversa e homenagem aos patronos da Feira do Livro numa realização do Café Cultural.

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Publicidade