divdiv
PUBLICIDADE

Educação

Publicidade

Formandos de Enfermagem da URI encerram estágio supervisionado no Santa Terezinha

Encontro marcou encerramento das atividades da disciplina de Estágio Supervisionado Estágio

Por: Ascom
uri

O Curso de Enfermagem da URI realizou no último dia 02 de setembro, um encontro para marcar o encerramento das atividades da disciplina de Estágio Supervisionado I, bem como outras ações desenvolvidas na Fundação Hospitalar Santa Terezinha de Erechim. A ação foi prestigiada pelo Diretor Acadêmico, professor Adilson Stankiewicz, e pela Coordenadora do Curso, professora Angela Brustolin.

A iniciativa, que teve como objetivo integrar o ensino e os serviços, contou com a presença dos acadêmicos do último ano do curso, inseridos na disciplina de Estágio Supervisionado IE, juntamente com as Professoras Neiva Prestes e Simone Nothaft, além de enfermeiros responsáveis por cada campo de estágio, enfermeiras gestoras das áreas bem como a Supervisora dos Serviços de Enfermagem, Tatiane Bernardi.

O encontro oportunizou a interlocução com o ambiente de estágio por meio da explanação dos acadêmicos das atividades desenvolvidas em suas diversas unidades de atendimento. Também foi um momento de agradecimento pela contribuição e acolhimento do serviço e equipe para com os discentes e docentes.

Para os professores supervisores do estágio, através dessa atividade de integração, os enfermeiros obtém o retorno e o reconhecimento quanto à sua importância no processo de formação dos alunos. Além disso, reforça o vínculo entre a universidade e a instituição hospitalar.

As professoras salientam que a disciplina, com carga horária de 420 horas, é primordial para a formação dos acadêmicos, pois propicia espaço onde eles têm a oportunidade de aprimorar, aperfeiçoar e solidificar os conteúdos aprendidos no transcorrer da graduação, por meio da associação entre a teoria, prática e o raciocínio clínico.

Durante o Estágio Supervisionado, os acadêmicos realizaram atividades de planejamento, gestão, supervisão e execução das rotinas e procedimentos exclusivos do enfermeiro, visando a promoção, prevenção, proteção e recuperação da saúde.

A integração entre o ensino e o serviço favorece e qualifica a troca de saberes entre discente, docente, profissionais do serviço e usuário, ampliando e contribuindo para a formação de profissionais comprometidos com a qualidade e humanização na saúde e que atenda as reais necessidades da população.

Nesse contexto, a formação universitária nas Ciências da Saúde realizou-se na prática, em unidades de atendimento em saúde do Sistema Único de Saúde (SUS) e ancora-se nas prerrogativas das Diretrizes Curriculares para a formação dos profissionais da enfermagem, que contempla a formação do enfermeiro generalista, crítico e reflexivo.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE