PUBLICIDADE

Cidade

Publicidade

Hospital Santa Terezinha investiga surto de doença no Pronto Socorro

Ainda não há informações precisas do que teria causado a contaminação de funcionários

Por: Cristiane Rhoden
Matéria - orçamento santa terezinha

A direção da Fundação Hospitalar Santa Terezinha de Erechim está investigando um possível surto de alguma doença infecciosa ou contagiosa no Pronto Socorro. A suspeita surgiu na última sexta-feira, 29, após oito funcionários do local e dois filhos de servidores apresentarem os mesmos sintomas: cefaleia, dores no corpo, febre e dor de garganta. Os pacientes passaram por exames e estão internados em observação.

Conforme informações da enfermeira do trabalho da FHST, Liandra Munarini, inicialmente o fato estava sendo relacionado ao atendimento de um paciente na última quarta-feira, 27, que deu entrada com dores no corpo e acabou indo a óbito por insuficiência respiratória. Mas outras possibilidades são averiguadas.

Liandra também enfatiza que o hospital está atento e tomando todas as medidas necessárias para o caso. “Nós estamos investigando outras situações porque esses sintomas que eles vem apresentando pode ser de alguma doença específica ou de alguma infecção de garganta. Eles foram atendidos, estão sim hospitalizados em observação, e em isolamento porque nós não fechamos ainda um diagnóstico. Mas o que é importante saber que eles estão bem, uns até já com previsão de alta mas, claro, a gente aguarda o posicionamento e a decisão médica e até esse momento a gente não afirma que tem relação com este óbito. A gente está investigando porque esse tipo de contaminação, respiratória, por exemplo, pode acontecer de outras pessoas, até mesmo entre a comunidade. Existe essa possibilidade, mas a gente não descarta a possibilidade de ser um outro tipo de contaminação”, explica.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Publicidade