PUBLICIDADE

Estado

Publicidade

Índice de isolamento social no RS despenca para 10º lugar no país

Clima mais ameno da última semana pode ter contribuído no relaxamento dos gaúchos em evitar aglomerações

Por: Ascom
Coronavírus-Erechim

Depois de figurar no topo do ranking entre os Estados com o maior índice de isolamento social do país, o Rio Grande do Sul fechou a última semana numa posição preocupante, justamente no momento de maior avanço dos casos de Covid-19. Mesmo ainda acima da média nacional, o índice de gaúchos que buscaram evitar as aglomerações ficou em 41,4% no período entre os dias 19 e 25 deste mês, mais de três pontos percentuais abaixo do monitoramento anterior (44,5%).

O clima mais ameno na semana passada é um dos fatores que pode explicar o relaxamento em termos de isolamento. Em alguns dias, inclusive, o índice ficou aquém da média do país, medida para o período como um todo em 40,3%.

Na grande maioria, os Estados que agora aparecem à frente do RS já vivem um estágio de estabilidade da pandemia ou até mesmo de recuo nos registros de doentes por Covid-19.  Santa Catariana (40,9%) e Paraná (39,2%), onde a doença está em expansão a exemplo do RS, o nível de isolamento é ainda pior. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda distanciamento mínimo de 50%.

Os resultados do estudo desenvolvido pelo Comitê de Dados para o enfrentamento da Covid-19 foi apresentado aos integrantes do Gabinete de Crise na manhã desta segunda-feira (27/7), A partir do monitoramento de aplicativos em celulares, com base em dados disponibilizados pela empresa InLoco, o trabalho apontou que na última semana a melhor média ficou nos municípios que integram a região de Pelotas (44,1%).

As demais áreas com melhor desempenho estão em municípios que estão sob bandeira vermelha (risco alto) pelo modelo de Distanciamento Controlado. É o caso de Porto Alegre (42,8%) e Capão da Canoa (41,8%).

Na média da semana, as principais regiões com baixo nível de isolamento são  Lajeado (36,9%), Santa Rosa (37,4%), Ijuí (37,6%) e Caxias do Sul (37,8%).

O estudou apurou, também, queda no nível de isolamento tanto nos dias úteis como no fim de semana. Considerando o  último sábado (dia 25) e o domingo anterior (19), o isolamento ficou 48,1%, quando no monitoramento anterior havia alcançado 51,4%. Entre segunda e sexta-feira, o percentual agora ficou em 38,7%, quando antes estava em 41,4%.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Publicidade