divdiv
PUBLICIDADE

Brasil

Publicidade

Lava Jato investiga repasses de R$ 132 mi da Oi para grupo ligado a Lulinha

Nova fase da operação cumpre 47 mandados de busca

Por: Com informações do MPF
23694300-lava-jato

A força-tarefa da Lava Jato deflagrou nesta terça-feira (10) a 69ª fase da operação. A ação investiga repasses do grupo Oi/Telemar para a Gamecorp/Gol, empresa que tem como sócio Fábio Luís Lula da Silva, um dos filhos do ex-presidente Lula. Batizada de Mapa da Mina, a operação apura crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e tráfico de influência envolvendo os contratos das operadoras.

Segundo o Ministério Público Federal, os repasses para a empresa teriam chegado a R$ 132 milhões de 2004 a 2016. Nesse período, o grupo Oi/Telemar foi responsável por 74% dos recebimentos da Gamecorp.

Também são sócios do conglomerado Fernando Bittar, Kalil Bittar e Jonas Suassuna.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Publicidade