divdiv
PUBLICIDADE

Segurança

Publicidade

Mais de 250 agentes assumirão seus postos em delegacias de todas as regiões do Estado em outubro

Vice-governador e secretário da SSP será paraninfo de formandos da Polícia Civil

Por: Estado RS
22141211_1887727_GD

Outubro de 2020 vai começar com um importante reforço para a Segurança Pública do Rio Grande do Sul. No dia 1º, será realizada a formatura da 54º turma de escrivães e da 53ª turma de inspetores da Polícia Civil. São mais de 250 novos agentes que incrementarão o trabalho de delegacias em todas as regiões do Estado.

Na segunda-feira, 21, representantes dos formandos convidaram o vice-governador e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, para ser o paraninfo de ambas as turmas. Os alunos Alexandre Erdklee, da turma de inspetores, e Michelle de Camargo Flores, da turma de escrivães, foram ao gabinete da vice-governadoria para entregar o convite, acompanhados da chefe da Polícia Civil, delegada Nadine Anflor, e da diretora da Academia de Polícia Civil (Acadepol), delegada Elisangela Melo Reghelin.

“É uma grande honra aceitar esse convite para ser paraninfo dos colegas que passam a fazer parte da instituição que é a minha casa. Como delegado, servidor público da ativa na Polícia Civil, é uma grande satisfação, que se torna ainda mais especial nesse momento em que fui escolhido pelo povo gaúcho, ao lado do governador Eduardo Leite, para liderar o Poder Executivo, assumindo também a responsabilidade pela política de Segurança do nosso Estado”, afirmou Ranolfo.

A solenidade de formatura ocorrerá no Auditório do Palácio da Polícia, em Porto Alegre (Avenida João Pessoa, 2.050), às 14h. Em razão da pandemia do novo coronavírus, a cerimônia será adaptada para garantir o cumprimento de todos os protocolos de segurança sanitária e o distanciamento controlado, a exemplo do que ocorreu na formatura de 55 novos delegados, em 2 de setembro. Será obrigatório o uso de máscaras para todos os presentes e haverá distanciamento de 2 metros entre uma cadeira e outra. Para familiares e amigos, que não poderão comparecer para evitar aglomerações, a formatura será transmitida pela internet.

Os aprovados no concurso foram convocados em janeiro e iniciaram o curso de formação em março. Mesmo com a chegada da pandemia da Covid-19, não houve interrupção no cronograma de aulas. A partir da parceria com o Corpo de Bombeiros Militar (CBMRS), que cedeu plataforma de ensino à distância e ofereceu treinamento para operação do sistema, as aulas teóricas puderam ser realizadas pela internet.

Para tornar possível a realização das disciplinas práticas, foi elaborado um rigoroso protocolo de segurança sanitária, com uso obrigatório de equipamentos de proteção individual, esforço redobrado na higienização e ventilação dos ambientes utilizados por alunos e instrutores, inclusive com equipamentos para desinfecção de sapatos a cada entrada e saída na academia, além do afastamento imediato para testagem daqueles que apresentassem sintomas. Também contribuiu para o sucesso na realização do curso a parceria de trabalho diário com a Vigilância Sanitária do município e do Estado, que monitoraram e orientaram a garantia de condições de segurança para as atividades.

“Todo esforço colocou a Polícia Civil do Rio Grande do Sul como referência para todo o país. Tivemos procura da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Federal e de polícias civis e militares de vários Estados, como Santa Catarina, São Paulo e Paraná, em busca de informações. Os nossos protocolos serviram para auxiliar a dar continuidade na caminhada dessas outras academias, pois fomos a primeira a ter que enfrentar a realidade da pandemia e conseguimos cumprir mais essa missão com excelência”, comentou a diretora da Acadepol, delegada Elisangela.

No total, há previsão de formatura de 127 inspetores e 131 escrivães. O número final de novos agentes pode se alterar até a data em razão da finalização do curso de formação ou de decisões judiciais. O ingresso desses novos servidores na Polícia Civil dá continuidade ao cumprimento do cronograma de chamamento apresentado pelo governo estadual em novembro de 2019, para assegurar a reposição planejada de efetivo nas instituições de Segurança Pública, minimizando a defasagem por aposentadorias.

Além do ingresso dos 55 novos delegados, categoria que não tinha renovação de quadro desde 2014, o Estado tem atualmente em formação 876 soldados da Brigada Militar, 84 bombeiros militares e 71 servidores (peritos médico-legistas, técnicos em perícias e peritos criminais) do Instituto-Geral de Perícia.

Inviolável
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE