a rádio web da cidade

AO VIVO
Baixe já seu app
PUBLICIDADE

Geral

Publicidade

Moradores relatam precariedade da extensão da Avenida Tiradentes

A situação se agrava ainda mais nos dias de chuva

Por: Paloma Mocellin
WhatsApp Image 2019-05-22 at 15.11.05

A Prefeitura já fez investimentos, mas os buracos nas ruas ainda são uma realidade comum em Erechim. Um problema que em dia de chuva fica ainda pior. Atendendo sugestão de um seguidor do Atmosfera a reportagem foi averiguar como está o final da Avenida Tiradentes, no trecho onde não há asfalto e que começa no bairro Esperança e vai até a Rua Sidney Guerra, próximo ao Trevo de Gaurama. E fica até  difícil de acreditar que essa é uma rua que começa no centro de Erechim. Lama, valetas e muitos buracos.  São mais de 150 famílias que vivem nas proximidades e enfrentam dificuldade para fazer o trajeto todos os dias.

“É uma ligação direta. Que sai lá na Praça da Bandeira e é lamentável a situação que visualizamos hoje. Fazem seis meses que moro por aqui, e nunca vi a prefeitura passar e fazer nenhum tipo de manutenção. Dias de sol é poeira que não termina nunca.  Em dias de chuva precisamos passar pelo barro”, disse o vendedor Marcel Campesato Eglior.

Já para o motorista de transporte escolar Odair José Dill, o tempo perdido e os prejuízos com o veiculo são o maior problema. “A via esta me péssimas condições. Além do desgaste do carro é impossível passar dois carros em sentidos opostos, precisa esperar. Tem ocorrido seguidamente troca de amortecedor. Está completamente abondada, ninguém está fazendo nada aqui”, declara. E não são só os buracos que incomodam a população. A falta de iluminação nas ruas também é um problema. Tem três postes de energia no meio da rua. Iluminação da noite não existe. Quem depende de transporte não tem escolha porque nem passa. A questão da segurança é agravante aqui também”, reforça.

Em nota a prefeitura esclareceu que o local recebe patrolamento sempre que necessário, mas que a grande quantidade de água que atinge a via e o crescimento populacional da área, prejudicam os trabalhos executados. Disse ainda que foi iniciado estudo pelo Município para canalização adequada do trecho, no qual será necessário refazer valetas de drenagem. As secretarias de Obras e Desenvolvimento executarão trabalhos no trecho em questão, mas dependem da liberação de máquinas, pois no momento estão executando serviços em outros locais.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Publicidade