divdiv
PUBLICIDADE

Salto Alto

Publicidade

No Dia Internacional da Mulher, conheça mulheres que fizeram história

Brasileiras e cidadãs do mundo inspiram há anos gerações de mulheres com suas conquistas e lições de vida

Por: Isadora Sartor
Fotos: Divulgação
ladydi05072012

No dia que é celebrado a luta e a conquista das mulheres, conheça algumas delas que fizeram história no Brasil e no mundo todo e hoje servem de exemplo para tantas outras. Se fossemos mensurar todas as mulheres que fizeram alguma coisa em prol das mulheres, da igualdade entre gêneros, pela educação, certamente teríamos uma lista com centenas de nome. O importante é sabermos que cada uma delas, independente do seu feito, tem conseguido deixar flores por onde passam, salvaram vidas ou estão lutando para mudar muitas delas.

 

 

Malala Yousafzai malala

A jovem paquistanesa Malala de apenas 18 anos é considerada uma das maiores vozes na luta pelo direito das mulheres e pelo direito à educação de meninas no Paquistão. Seu envolvimento com a causa fez com que ela se tornasse, aos 17 anos, a pessoa mais jovem a ganhar o Prêmio Nobel da Paz, em 2014. A história de Malala começa quando seu direito de estudar foi barrado (o que, em seu país, é proibido para meninas). Encorajada pelo pai que era professor, Malala foi a luta pela igualdade entre os gêneros, foi perseguida e ameaçada de morte. O estopim foi em 2012, após ter sido atingida na cabeça com um tiro à queima-roupa. Depois do atentado contra sua vida, Malala juntamente com toda sua família foi exilada em Londres, mas a jovem diz ainda sonhar em voltar ao seu país e viver livremente.

Maria da Penhamaria-da-penha

Maria da Penha Maia Fernandes, de 71 anos, que lutou para que seu agressor viesse a ser condenado. Com 70 anos e três filhas, hoje ela é líder de movimentos de defesa dos direitos das mulheres, vítima emblemática da violência doméstica. A história de luta de Maria da Penha começou em 1983, quando seu marido tentou matá-la duas vezes. Por conta das agressões sofridas, Penha ficou paraplégica. Dezenove anos depois, seu agressor foi condenado a oito anos de prisão, mas por meio de recursos jurídicos, ficou preso por dois anos e foi solto em 2004. Foi então, sancionada a lei brasileira que é popularmente conhecida como Lei Maria da Penha.

Aung San Suu Kyi myanmar-pro-democracy-leader-aung-san-suu-kyi

De origem Birmanesa, Aung é uma política de oposição birmanesa, vencedora do Prêmio Nobel da Paz em 1991 e secretária-geral da Liga Nacional pela Democracia (LND). Durante a eleição geral de 1990, a LND, partido liderado por Suu Kyi, obteve 59% dos votos em todo o país, conquistando 81% dos assentos no parlamento – o que deveria fazer dela a primeira-ministra da Birmânia.No entanto, pouco antes das eleições, ela foi detida e colocada em prisão domiciliar, condição em que viveu por quase 15 dos 21 anos que decorreram desde o seu regresso à Birmânia, em 20 de julho de 1989, até sua libertação, depois de forte pressão internacional, em 13 de novembro de 2010. Em 1 de abril de 2012, foi eleita deputada pela Liga Nacional pela Democracia.

Viola Davisviola-davis-emmy-premio-melhor-atriz-mulher-negra-discurso-agradecimento-racismo-tv-americana-how-to-get-away-with-murder

Com 50 anos de idade, a atriz Viola Davis  foi a primeira atriz negra da história a ganhar um Emmy de Melhor Atriz em Série Dramática, e isso aconteceu em 2015. Na ocasião levou a estatueta pelo seu papel na série ‘How to Get Away With Murder’. Os feitos de Viola podem não ser tão significativos quanto aos das mulheres citadas acima e abaixo, mas o seu discurso ao receber o Emmy ficou marcado na história.

“Na minha mente, eu vejo uma linha. E sobre essa linha que eu vejo campos verdes e flores lindas e belas mulheres brancas com seus braços esticados para fora sobre essa linha. Mas eu não consigo chegar lá, não sei porque. Eu não consigo superar essa linha. Isso era Harriet Tubman em 1800. E deixe-me dizer uma coisa, a única coisa que separa as mulheres de cor de qualquer outra pessoa é oportunidade. Você não pode ganhar um Emmy por papéis que simplesmente não existem. Então aqui está para todos os escritores, o pessoal maravilhoso (…) que redefiniu o que significa ser bonito, ser sexy, ser uma mulher protagonista, ser negra“ – Viola Davis ao receber o Emmy de  Melhor Atriz em Série Dramática

Jout Joutjout-jout_0

Julia Tolezano é o nome da jovem que tem um canal no youtube chamado Jout Jout Prazer, que conta com mais de 725 mil inscritos. Com 24 anos, Jout Jout ensina como usar um coletor menstrual, explica porque brigadeiro não engorda, conta alguns segredos do mundo feminino, desmitifica alguns fatos, fala palavrão e explica que todo mundo que é feliz diariamente no Instagram é uma tremenda perda de tempo e mentira. Agora a pergunta, porque Julia é importante? Porque ela busca quebrar tabus sem grandes pretensões, afinal, muitas vezes ela liga a câmera sem saber o que dizer. Seu vídeo mais famoso se chama ‘Não tira o batom vermelho’ e nele, ela alerta seus espectadores sobre os perigos de um relacionamento abusivo.

Coco Chanel, couturičre française. Paris, 1936. LIP-6958-102Coco Chanel 

Sabe a calça que você está usando agora? Pois bem, você só está usando ela porque a estilista francesa Coco Chanel quis que o mundo feminino conhecesse essa peça de roupa que até então era reservada apenas para os homens. A carreira de Coco começou na área da chapelaria, que faria Chanel tornar-se um sucesso e logo apareceria nas revistas de moda mais famosas de Paris. Logo após, ela abriu a primeira casa de costura e passou a vestir as grandes atrizes de Hollywood, e seu estilo ditava moda em todo o mundo. E sabe o famoso vestido tubinho? By Coco Chanel. Em suma, Gabrielle Bonheur Chanel (verdadeiro nome de Coco Chanel), foi a mulher que inverteu valores e padrões de moda nos anos 20, conseguiu atribuir ao vestuário feminino, peças masculinas e roupas que valorizam as curvas. Para completar, lançou o clássico perfume Chanel nº5 (seu número da sorte).

Madre Tereza de CalcutaIMG_4095

Agnes Gonxha Bojaxhiu, posteriormente conhecida como Madre Tereza de Calcutá, recebeu o prêmio Nobel da Paz por dedicar sua vida aos pobres, fundou casas religiosas e foi beatificada pelo Papa João Paulo II. Tereza nasceu em uma comunidade albanesa do sul da antiga Iugoslávia. De origem católica, a religiosa ingressou na Congregação Mariana e logo depois fez parte da Casa das Irmãs de Nossa Senhora do Loreto, em Dublin, na Irlanda. Foi lá que a Madre fez votos de obediência, pobreza e castidade, mudando seu nome de Agnes para Tereza.

 

80_MargaretThatcherP2foto    Margaret Thatcher

Margaret Hilda Roberts, ou Margareth Thatcher, tornou-se em 1979 a primeira mulher a dirigir uma democracia moderna, sendo eleita como primeira-ministra do Reino Unido. Seu governo foi rígido e firme, e devido ao fato de Thatcher ter sobrevivido a uma tentativa de assassinato em 1984, de sua dura oposição aos sindicatos e de sua forte crítica à União Soviética, foi chamada de “Dama de Ferro”. Recentemente, ela foi interpretada no cinema por Meryl Streep, papel que rendeu o Oscar à atriz.

Zuzu Angelzuzu-1

Zuleika Angel Jones, a Zuzu Angel, usou a moda como protesto. Personagem notória do Brasil da época da ditadura militar, ficou conhecida nacional e internacionalmente não apenas por seu trabalho inovador como estilista de moda mas também por sua procura pelo filho, militante, assassinado pelo governo e transformado em desaparecido político, em que enfrentou as autoridades da época e levou sua busca a se tornar conhecida no exterior. Em 2014, a Comissão Nacional da Verdade recebeu de um ex-agente da repressão que operou como delegado do Departamento de Ordem Política e Social do Espírito Santo a confirmação da participação dos agentes da repressão na morte de Angel, em abril de 1976. Uma semana antes do acidente, Zuzu deixara na casa de Chico Buarque de Hollanda um documento que deveria ser publicado caso algo lhe acontecesse, em que escreveu:. “Se eu aparecer morta, por acidente ou outro meio, terá sido obra dos assassinos do meu amado filho”.

Anita+Garibaldi33Anita Garibaldi

Companheira do revolucionário Giuseppe Garibaldi, Ana Maria de Jesus Ribeiro, a Anita Garibaldi, é conhecida como a Heroína dos Dois Mundos. Aos 18 anos se apaixonou pelo revolucionário que na época tinha 32 anos, com isso Anita passou a defender os ideais democráticos e liberais, aprendeu a lutar com espadas e usar armas de fogo, convertendo-se em uma guerreira. O casal participou da Batalha dos Curitibanos. Anita morreu em San Martino, no Uruguai, de febre tifóide e foi enterrada na colina de Gianicolo, em Roma, onde Garibaldi e sua esposa são homenageados com estátuas.  Por ser republicana Anita foi apenas reconhecida como heroína nacional após a queda do Império Brasileiro.

 

Valentina Tereshkova valentina-tereshkova

A russa Valentina Tereshkova é a primeira cosmonauta e a primeira mulher a ter ido ao espaço, em 16 de junho de 1963, na nave Vostok VI. Transformada em heroína nacional após o sucesso de sua missão, condecorada por líderes soviéticos, russos e estrangeiros de várias gerações, nos anos seguintes se tornou proeminente na sociedade e na política do país, primeiro na União Soviética e depois na Rússia. Até os dias atuais, é a única mulher a ter feito um voo solo ao espaço. Em 1962, ela foi admitida como cosmonauta, junto a mais quatro mulheres – das quais apenas ela acabou indo ao espaço – sendo a menos preparada de todas, sem educação universitária, mas uma paraquedista experiente, o que era considerada uma condição fundamental para o voo, já que a nave Vostok operava automaticamente, dispensando pilotagem, mas o ocupante era ejetado dela após a reentrada, pousando com um paraquedas pessoal.

635859758198574675771577968_Marilyn-Monroe-01Marilyn Monroe

Emblemática e marcante, é difícil não conhecer Norma Jeane Mortenson, conhecida mundialmente como Marilyn Monroe.  Famosa por interpretar personagens conhecidos como “loira burra”, ela se tornou um dos sex symbols mais populares da década de 1950, época emblemática em relação às atitudes envolvendo sexualidade. Apesar de sua carreira ter durado apenas uma década, seus filmes arrecadaram mais de 200 milhões de dólares até sua morte inesperada em 1962. Desde então, ela continua sendo considerada um grande ícone da cultura popular.

 

 

Lady Diana

Lady-DiDiana Frances Spencer, posteriormente Diana, Princesa de Gales, também conhecida mundialmente por Lady Di, foi uma aristocrata, filantropa e a primeira esposa de Charles, filho mais velho e herdeiro aparente de Isabel II do Reino Unido. Diana tornou-se uma das mulheres mais famosas do mundo, celebridade perseguida por paparazzi, um ícone da moda, ideal de beleza e elegância feminina, admirada por seu trabalho de caridade, em especial por seu envolvimento no combate à AIDS e na campanha internacional contra as minas terrestres.A sua trágica e inesperada morte ocorrida após um acidente de carro na cidade de Paris, em 1997, foi seguida de um grande luto público pelo Reino Unido e, em menor escala, pelo mundo. Mesmo muitos anos após sua morte, a “princesa do povo” continua sendo uma celebridade frequente na imprensa, servindo de tema para muitos livros, jornais e revistas.

Dandara

Dandara foi uma guerreira negra do período colonial do Brasil, esposa de Zumbi dos Palmares e com ele teve três filhos. Suicidou-se (jogou-se de uma pedreira ao abismo) depois de presa, em 6 de fevereiro de 1694, para não retornar à condição de escrava. Sua figura é envolta em grande mistério, pois quase não existem dados sobre sua vida e atos. Praticamente todos os relatos que se referem a ela são esparsos e desconexos, com características de lendasDescrita como uma heroína, Dandara dominava técnicas da capoeira e teria lutado ao lado de homens e mulheres nas muitas batalhas consequentes a ataques a Palmares, estabelecido no século XVII na Serra da Barriga, região de Alagoas, cujo acesso era dificultado pela geografia e também pela vegetação densa.

103961-Nina_Simone_617_409Nina Simone

Eunice Kathleen Waymon mais conhecida pelo nome artístico Nina Simone, foi uma pianista, cantora, compositora e ativista pelos direitos civis norte-americanos. O nome artístico foi adotado aos 20 anos, para que pudesse cantar blues escondida de seus pais, enquanto treinava para tornar-se uma pianista clássica, em bares de Nova York, Filadélfia e Atlantic City. Destacou-se por posicionar-se contra o racismo na crescente onda que tomava os Estados Unidos na década de 1960. Devido ao seu envolvimento, cantou no enterro de Martin Luther King. Morreu enquanto dormia em Carry-le-Rouet em 2003, após lutar por vários anos contra o câncer de mama.

Virginia Woolf Virginia Woolf

Virginia Woolf  foi uma escritora, ensaísta e editora britânica, conhecida como uma das mais proeminentes figuras do modernismo. Woolf era membro do Grupo de Bloomsbury e desempenhava um papel de significância dentro da sociedade literária londrina durante o período entre guerras. É autora do livro ‘Um quarto que seja seu (1929), onde encontra-se a famosa citação “Uma mulher deve ter dinheiro e um teto todo seu se ela quiser escrever ficção”. Os livros de ensaios mais famosos de Woolf, Um Quarto Todo Seu e Três Guinéus (1938), examinam a dificuldade que escritoras e intelectuais mulheres enfrentam graças ao fato dos homens deterem desproporcionalmente o poder legal e econômico, assim como o futuro das mulheres na educação e sociedade.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE