PUBLICIDADE

Cultura

Publicidade

O Mágico de Oz: VI Espetáculo de Danças do CRAS de Centenário

Apresentações artísticas reuniram crianças, jovens e idosos do município

Por: Ascom PM Centenário
magico de oz (52)

A Prefeitura Municipal promoveu na última quinta-feira, 5 de setembro, o VI Espetáculo de Danças do CRAS. O evento ocorreu no Ginásio Municipal, reunindo mais de 400 pessoas que prestigiaram as apresentações artísticas de crianças, jovens e idosos do município.

Com o tema “O Mágico de Oz”, o espetáculo foi composto por apresentações de ballet, jazz e dança de rua, além de um fundo teatral. O prefeito em exercício Jacir Polinski, destacou o investimento feito pelo município junto ao CRAS para manter os serviços em benefício da população. “O trabalho é muito importante em benefício das famílias, hoje o CRAS atende 250 famílias, sendo 688 pessoas no total, 146 idosos e 107 crianças e adolescentes, então vemos que vale a pena o investimento que a gente faz. Agradecemos a coordenadora do CRAS, aos funcionários e professoras que fazem esse trabalho com os jovens, adolescentes e os idosos”, disse.

Polinski destacou que os investimentos realizados no CRAS são em grande parte realizados com recursos da Prefeitura Municipal, já que o governo federal cortou os recursos em quase sua totalidade o que era diferente há alguns anos, em que mais de 80% para manutenção dos projetos vinham do governo federal.

De acordo com a assistente social e coordenadora do CRAS, Aline Lowe Ribas Wilhelm, o evento tem como objetivo demonstrar a comunidade de Centenário o trabalho realizado nas oficinas durante o ano. “Foi um espetáculo grandioso, tivemos um público de 400 pessoas assistindo, todas as apresentações foram feitas com talentos do nosso município”, disse.

Segundo a coordenadora, o figurino do espetáculo foi todo construído no CRAS pela funcionária Nair Paris, contando apenas com a ajuda dos demais funcionários da equipe, aonde a prefeitura adquiriu os tecidos e ela confeccionou as roupas. Além disso, os cabelos e a maquiagem das crianças foram feitas pela equipe do CRAS. “Foi um evento que ficamos muito felizes com o resultado, em função desse ano termos conseguido dar um passo a mais, conseguimos incluir as idosas do Grupo Conviver que toparam o desafio e 12 idosas participaram do nosso espetáculo. Além disso, contamos com a apresentação de um casal de idosos Sr. Onofre e a Dona Inês Remboski, a apresentação teve todo um enredo teatral em volta do tema. Também agradecemos as pessoas com deficiência que foram incluídas no espetáculo”, disse.

A união para a realização do evento e a superação pessoal de cada bailarino é destacada pela coordenadora. “Acho que o que fica é o resultado de superação, quando a gente olha vê algumas pessoas que vivenciaram situações de doença, de conflitos familiares ou até mesmo violência e que conseguiram superar e que hoje estão dançando, crianças com deficiência, que por algumas pessoas podem ser consideradas com limitações, ou incapazes, mas que você vê elas  se superarem, demonstrarem que podem sim se apresentar para 400 pessoas e de uma maneira bonita isso é o que dá sentido ao trabalho, além de contar com uma equipe que se desafia a participar do espetáculo ensaiando em pequenos momentos de folga, para a comunidade é muito gratificante”, finalizou Aline.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Publicidade