- Atmosfera On.line - https://atmosferaonline.com.br -

O risco de infestação do Aedes aegyti na cidade praticamente triplicou

Erechim está infestada pelo mosquito Aedes aegypti, o transmissor da dengue. Só que isso já não é novidade para ninguém. Mas a situação piorou e os números comprovam isso. Um levantamento feito entre os dias 20 e 26 de fevereiro pela Vigilância Ambiental de Erechim verificou que o índice que antes era de baixo risco, passou agora para médio risco. Isso significa que atualmente a cada 100 domicílios vistoriados são encontrados pelo menos três focos.
Do início do ano até agora foram encontrados 409 focos de mosquito. Destes 256 apresentaram resultado positivo para o transmissor da dengue. Um número considerado alto e que acende o alerta para uma epidemia no município. A Coordenadora Da Vigilância Ambiental de Erechim Darlise Desordi, disse que realmente os números aumentaram, e que a comunidade segue sem conscientização. “Estamos em um período critico e não passamos longe de uma possível epidemia”, disse.
Em fevereiro deste ano, Erechim recebeu uma verba de R$ 50 mil para realização de campanhas e ações contra a dengue. Segundo a coordenação das equipes o dinheiro será investido em trabalhos de combate ao mosquito.