PUBLICIDADE

Região

Publicidade

Poder público de Aratiba através de convênio com a ACHA garante saúde de qualidade para todos

Através de convênio, prefeitura repassa recursos para o Hospital e isso garante atendimento 24 horas para os moradores, acesso a exames, internação e cirurgias

Por: Ascom
WhatsApp Image 2020-05-20 at 14.02.52

Um convênio entre o município de Aratiba e a Associação Comunitária Hospitalar melhorou a estrutura, agregou novos profissionais à equipe e novos respiradores para o hospital. A ação foi definida pelo comitê de combate ao Coronavírus com o objetivo de aumentar as possibilidades de atendimento de pacientes graves com Covid.

Numa época em que os pequenos hospitais estavam fechando, em Aratiba a comunidade se organizou e montou uma associação que atualmente, é um grande diferencial em termos de estrutura de saúde. “Somos filantrópicos e conseguimos reverter isso em muito mais atendimentos”, destaca o diretor da ACHA, Lucir de Conto.

Com o passar do tempo, o hospital foi ampliado e equipado e hoje é referência em Otorrinolaringologia e Oftalmologia pelo SUS para 33 municípios da região. Para a população de Aratiba isso resultou em mais facilidade de acesso aos serviços. “O atendimento local é sempre o ideal porque os doentes ficam próximos da família”, considera o diretor. Com a existência deste  serviço especializado e a contratação de médicos e cirurgiões, a prefeitura fechou um convênio com o hospital, que garante o acesso a cirurgias de catarata totalmente gratuitas para os moradores. Pelo convênio anterior, fora do município, os pacientes tinham que pagar 50% do valor da cirurgia. Agora, é o município quem complementa o valor de cerca de R$1.800 por procedimento. Além disso, o convênio cobre as cirurgias eletivas. Todo mês são realizadas de 15 a 20 cirurgias deste tipo. A necessidade era tão grande, que demorou um ano até que a Secretaria da Saúde conseguisse zerar a fila das cirurgias. Agora, quem precisa, consegue ser operado no máximo, um mês depois da prescrição.” Isso assegura qualidade de vida principalmente para os idosos. Imagine alguém com catarata esperando meses e até anos pela cirurgia. A rapidez no atendimento devolve a vida para estas pessoas”, considera a Secretária de Saúde, Mengele Wermeier.

A integração entre o poder público e o hospital também garante o funcionamento do plantão 24h.  Poucos municípios da região tem esta facilidade, tendo que procurar na maior parte das vezes o Plantão do Hospital Santa Terezinha, em Erechim. O convênio cobre consultas e internações.  Como o SUS só libera 20 Autorizações de Internação Hospitalar por mês, quem banca os custos adicionais é o Governo Municipal. Isso garante que qualquer pessoa que precisar de atendimento de urgência, uma consulta a qualquer hora do dia ou uma internação hospitalar, terá as suas necessidades atendidas, e inclusive, acesso a exames como Raio X e Eletrocardiograma e a outros procedimentos. Segundo a secretária de Saúde “é uma estrutura de saúde fundamental para proporcionar atendimento de qualidade e na hora em que as pessoas precisam.” De Conto informa que o convênio acabou com a angústia de ter que dizer não às pessoas. “ As AIHS só davam conta da necessidade nos primeiros dias do mês. Com o convênio atendemos toda a demanda que chega a 100 internações mensais”, destaca. Quando há necessidade, a transferência de pacientes para outros hospitais é acompanhada por um  médico ou um profissional da enfermagem. “Esta prática faz o doente e a família se sentirem mais seguros, acolhidos e valorizados e na hora da doença e isso é fundamental na hora da doença”, finaliza Mengele.

Embora os convênios sejam de valores fixos, todos os meses a ACHA encaminha uma prestação de contas do atendimento ao município.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Publicidade