PUBLICIDADE

Segurança

Publicidade

Polícia intensifica buscas a assaltantes de banco

Ações se concentram em Nonoai, onde dinheiro roubado e armas usadas foram encontradas em caminhão que saia da cidade

Por: Da Redação
Fotos: Divulgação
WhatsApp Image 2019-09-10 at 07.44.05

A Brigada Militar da região intensificou as buscas aos assaltantes que atacaram a agência do Banrisul da cidade de Faxinalzinho, no final da manhã de segunda-feira. O dinheiro foi recuperado e uma pessoa presa. As buscas se concentram ao arredores de Nonoai onde o dinheiro,armas e roupas usadas pelos assaltantes foram encontradas em um caminhão que saia da cidade.

O crime ocorreu por volta das 11 horas de segunda-feira, 9, quando cinco homens armados com fuzis levaram terror aos moradores do pequeno município do Alto Uruguai, que tem cerca de 2,5 mil habitantes e fica a 60 km de Erechim. Eles invadiram a agência, pegaram o dinheiro, fizeram um cordão humano e atiraram várias vezes contra a sede da Brigada Militar no município, que fica ao lado da agência. Ao fugir em um veículo Spacefox preto, eles levaram dois reféns, que foram liberados ainda na área urbana de Faxinalzinho.

O veículo usado na fuga foi abandonado a cerca de 10 km de Faxinalzinho, na Linha Faxinal Grande, em uma estrada vicinal. A Brigada Militar recebeu a informação de que um caminhão baú branco e um automóvel Pálio cinza poderiam estar sendo usados pelo grupo. A Brigada Militar instalou barreiras em diversas estradas da região e em uma delas, no pórtico de entrada de Nonoai, um caminhão que saia da cidade em direção a Passo Fundo, pela RS 406, foi abordado, sendo que no compartimento de carga, em meio a fardos de feno, foram encontradas roupas, armas e o dinheiro levado no assalto. Foram encontrados dois fuzis calibre 5.56, uma espingarda calibre 12, um revólver calibre 38, cinco munições calibre 38 já deflagradas, 14 munições calibre 12 intactas e uma deflagrada, cinco coletes balísticos, cinco carregadores de fuzil, 56 munições intactas calibre 5.56 e duas munições deflagradas, R$ 151.884,00 em dinheiro, toucas ninja e roupas diversas. No caminhão estava apenas o motorista, de 34 anos, que a polícia suspeita ser um dos cinco homens que atacaram o banco.

No momento em que ocorreu a abordagem do caminhão, o motorista conversava com outro homem através do aparelho celular. Após diligências verificou-se que este outro homem também estaria envolvido no crime, organizando a fuga dos autores. Após averiguações este homem, de 27 anos de idade, foi localizado e abordado em Nonoai. O mesmo foi encaminhado a Delegacia de Polícia local, onde foi ouvido.

 

Inviolável
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Publicidade