PUBLICIDADE

Cidade

Publicidade

Racionamento de água pode começar a qualquer momento em Erechim

A situação de estiagem em Erechim é preocupante, além do período sem chuvas o município enfrenta perdas significativas de água na distribuição

Por: Dhieison Cardoso
agua ebc

A situação da estiagem em Erechim é preocupante, além do período sem chuvas o município enfrenta perdas significativas de água na distribuição, causadas, na maioria das vezes, por vazamentos nas tubulações, erros de leitura de hidrômetros, roubos e fraudes.

Na manhã desta quinta-feira, 7, o superintendente da CORSAN, Aldomir Santi informou que a situação de Erechim é delicada e que não se está fazendo racionamento ainda, “pois algumas medidas antecipadas foram adotadas e deram um ‘fôlego’ ao município”, declarou.

Perdas na distribuição de água

As perdas na distribuição de água na maioria das cidades brasileiras chega a 35%. O dado é do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS). Em Erechim esse índice aumentou nos últimos dois anos. Em 2016 era de 36% e hoje chega a 41,7%.  O desperdício é causado por vazamentos nas tubulações, erros de leitura de hidrômetros, roubos e fraudes. Quem paga essa conta são os consumidores.

Momento de conscientização e uso moderado de água

Muitas cidades do estado do Rio Grande do Sul já estão fazendo racionamento de água, algumas enfrentam até mesmo a falta de água em horários prolongados. A população erechinense precisa fazer um esforço no consumo controlado e evitar a escassez que pode vir a acontecer.

Denúncias

A comunidade pode ajudar a diminuir os desperdícios. Quem perceber um vazamento pode ligar para a AGER ou para a Corsan. “Nós necessitamos dessa informação da comunidade para resolver esses problemas e diminuir os índices aqui no município”, esclarece Sandri

Para falar com a AGER a consumidor pode ligar para os seguintes telefones: (54) – 3321-6501 ou 99149-3554. O telefone da Corsan é o 0800-646 6444.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Publicidade