PUBLICIDADE

Cidade

Publicidade

Reclamações de terrenos baldios mal conservados dobram neste início de ano em Erechim

Segundo a Secretaria, a maior dificuldade é a falta de servidores para realizarem a fiscalização dos terrenos

Por: Dhieison Cardoso
Fotos: Luiz Carlos Arpini
capoeira terrenos baldios sujos

O número de reclamações de terrenos baldios mal conservados e com capoeira dobraram no início deste ano em Erechim.

A média de reclamações é de 15 ocorrências por mês. No início de todo o ano esses números aumentam devido as questões climáticas onde a capoeira tende a crescer rapidamente.

A Secretaria do Meio Ambiente divulgou que no ano de 2019 foram registradas 182 reclamações, ou seja, uma média de 15 por mês. Só em janeiro deste ano foram registradas 32, representando o dobro da média.

A maior dificuldade da Secretaria segundo o diretor de fiscalização Rafael Regis Camboni é a falta de servidores para realizarem a fiscalização dos terrenos. ”A prefeitura têm uma equipe de fiscalização que não é muito grande e a gente tem muitas situações prioritárias de crimes ambientais.”

Informou também a situação das denúncias que só podem ser realizadas via protocolo da prefeitura. ”A gente tem uma situação de somente atender via protocolo da prefeitura, então a gente solicita que seja feita a limpeza. Outra situação, a prefeitura andou alterando a lei. Hoje, a pessoa que é notificada no período de um ano se ela for reincidente ela já vai receber uma multa direto.”

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Publicidade