PUBLICIDADE

Saúde

Publicidade

Região de Erechim entra na bandeira vermelha do distanciamento controlado

O município tem até domingo para contestar a decisão preliminar do distanciamento controlado

Por: Dhieison Cardoso
capa_corona_nova

O que informou a assessoria de Comunicação do Estado do Rio Grande do Sul:

Sem conseguir reduzir o número de internados por Covid-19 em UTI de uma semana para outra (continuou com seis pacientes), os municípios que integram a região de Erechim tiveram um aumento de seis para oito casos por SRAG em leitos de tratamento intensivo. Além disso, a região teve 10 pessoas internadas por Covid-19 no último dia do levantamento, o dobro da semana anterior.

Ao mesmo tempo, Erechim sofreu uma redução de 18 para 14 a disponibilidade de leitos de UTI, um dos fatores que redundou na classificação final de bandeira vermelha. A região igualmente teve pequeno aumento dos casos confirmados de hospitalização por Covid-19 (de 9 para 10 registros) aos logo dos últimos sete dias.

Município pode reverter a decisão 
O prazo para o envio termina às 8h de domingo (28/6). Até a tarde da segunda-feira (29/6), o Gabinete de Crise analisará os dados enviados e rodará o mapa novamente, cuja definição final será divulgada na segunda à tarde. As bandeiras definitivas passam a valer, portanto, a partir de terça-feira (30/6).

Manifestação da Administração Pública 

O prefeito Luiz Francisco Schmidt informa que o município vai recorrer da decisão. Enfatizando  que o município nunca atingiu mais de 50% da capacidade dos leitos de UTI Covid.

Moveis-planejados-600x192
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Publicidade