divdiv
PUBLICIDADE

Estado

Publicidade

Região de Erechim está na bandeira vermelha

Aumento de 50% das hospitalizações deixa região como área de risco epidemiológico alto

Por: Cristiane Rhoden
URGENTE-CORONA

A região de Erechim  não conseguiu reverter as definições preliminares e vai permanecer na bandeira vermelha  no Mapa do Distanciamento Controlado do Rio Grande do Sul. O governador Eduardo Leite, anunciou na tarde desta segunda-feira, 10, as definições da 14ª Rodada que vão valer entre a 0h de terça-feira, 11, e as 23h59 de segunda-feira, 17, de agosto.

Segundo o governador a região de Erechim registrou aumento de 50% das hospitalizações o que chama a atenção e coloca o Alto Uruguai como área de risco epidemiológico alto. “Também levamos em conta os números da macrorregião onde pela primeira vez se registra menos de uma vaga de UTI disponível. Um dado regional preocupante”, pontua Leite.

Confira como ficam os serviços na bandeira vermelha:

Comércio varejista não essencial (rua, centros comerciais e shoppings)

• Permite 25% trabalhadores (somente para estabelecimentos com mais de três trabalhadores).
• Respeito ao teto de ocupação (número máximo de pessoas conforme área do estabelecimento).
• Abertura exclusiva de quarta-feira a sábado, em horário reduzido, das 10h às 16h, para não coincidir com a movimentação de serviços essenciais.

Restaurantes

• Atendimento presencial restrito passa a ser permitido na bandeira vermelha, com dias e horários reduzidos e reforço dos protocolos obrigatórios.
• Aviso visível aos frequentadores sobre a lotação máxima nas bandeiras amarela, laranja e vermelha, para reforçar distanciamento mínimo. Na bandeira amarela, a lotação máxima é de 75%. Na bandeira laranja, é de 50%. Na bandeira vermelha, passa para 50% de trabalhadores e 25% de lotação, de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h.
• As modalidades de tele-entrega, drive-thru e pague e leve seguem permitidas durante todos os dias da semana.
• Restaurantes que se localizam em shoppings também estão inclusos na alteração.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE