divdiv
PUBLICIDADE

Sem categoria

Publicidade

Seguem abertas as inscrições para o Seminário Internacional de Educação do Campo

Evento acontecerá na UFFS Erechim

Por: Assecom
Fotos: Divulgação
UFFS Campus Erechim (5)

A Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) – Campus Erechim sediará, de 29 a 31 de março de 2017, o III Seminário Internacional de Educação do Campo e III Fórum de Educação do Campo da Região Norte do Rio Grande do Sul (SIFEDOC). O evento é promovido conjuntamente por diversas Instituições Públicas de Ensino Superior e organizações de movimentos sociais do Rio Grande do Sul e tem por objetivo socializar as produções sobre Educação do Campo desenvolvidas no Brasil e na América Latina.

“Será um momento de fortalecimento e sistematização de ações e experiências, inclusive de caráter internacional, da Universidade, das redes públicas do país e dos movimentos sociais. Ações e experiências que permitam produzir conhecimento, conteúdo e método para o fortalecimento de políticas públicas, garantindo a consolidação da educação de qualidade, da Escola do Campo, de princípios agroecológicos e de processos formativos humanizadores que auxiliem na superação dos desafios deste atual momento histórico”, explica o professor da UFFS – Campus Erechim e membro da comissão organizadora do evento, Denílson da Silva.

O tema proposto para essa edição é “Resistência e Emancipação Social e Humana”. Segundo Silva, a Educação do Campo é fruto da compreensão dos movimentos sociais camponeses de que a Educação (da Educação Infantil à Universidade) é um direito também dos sujeitos do campo. “Atualmente, vivemos um momento delicado em que importantes direitos sociais fragilizam-se. Portanto, é importante congregar esforços que permitam a resistência necessária para garantir a qualidade social e humana da Escola e dos sujeitos do campo, respeitando a identidade cultural, os modos próprios de vida e de trabalho, assegurando à emancipação”.

A participação é aberta a todos os interessados, em especial estudantes e professores de Ensino Superior que tenham produção na área, estudantes, professores e gestores das redes públicas de ensino municipais e estaduais envolvidos com a Escola do Campo, movimentos sociais, entre outros. “O evento é voltado para os sujeitos que compreendem que, ao aprofundar o debate sobre a Escola do Campo, se constroem alternativas e políticas públicas que permitem também qualificar a Educação em nosso país”.
As inscrições estão abertas e serão realizadas em dois períodos: o primeiro, até 30 de janeiro de 2017 (para trabalhos e ouvintes), e o segundo, de 31 de janeiro a 20 de março de 2017 (apenas para ouvintes). Serão aceitos trabalhos em duas modalidades: artigos e resumos expandidos com comunicação em pôster. As normas para submissão de trabalho, bem como a programação completa e as instruções para inscrição estão disponíveis em http://iiisifedocerexim20.wixsite.com/iiisifedoc.

Entidades organizadoras

As entidades envolvidas na organização do III SIFEDOC são: Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) – Campus Erechim; Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS); Universidade Federal de Pelotas (UFPel); Universidade Federal do Rio Grande (FURG); Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA); Universidade Federal do Rio Grande do Sul – (UFRGS) – Campus Litoral Norte; Universidade Federal de Santa Maria (UFSM); Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS); Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia – Farroupilha – C/Jaguari (IFFar); Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul – Rio Grandense (IFSul); Instituto Educar – Pontão; Instituto de Ensino Josué de Castro – IEJC/Veranópolis; Federação dos Estudantes de Agronomia do Brasil (FEAB); Via Campesina; Sindicato Unificado dos Trabalhadores da Agricultura Familiar do Alto Uruguai do Estado do Rio Grande do Sul (SUTRAF); Federação dos Trabalhadores da Agricultura Familiar (FETRAF); Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST); e Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB).

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE