a rádio web da cidade

AO VIVO
Baixe já seu app
PUBLICIDADE

Agronegócio

Publicidade

Sem uvas maduras para o final do ano. Atraso na safra deixa produtores preocupados

De acordo com a Emater de Erechim a floração foi comprometida, o que vai acabar reduzindo um pouco a produtividade

Por: Paloma Mocellin
Sem título

 

 

Mesmo apesar da chuva, os produtores que pretendiam comercializar uvas neste final de ano em Erechim não vão ter a fruta pronta para a venda. Isso porque a Safra da Uva de 2019, está atrasada. Muitas delas já deveriam estar prontas para a venda, mas apenas estão amadurecendo. E a culpa é do clima.

O produtor Marino Slongo confirma essa situação no seu parreiral, onde as 22 variedades estão amadurecendo bem lentamente. “O fator que aconteceu isso foi varas ações do clima. Inverno de três momentos diferentes, isso deu um desequilíbrio em termos de ação do metabolismo da planta. Com certeza tivemos esse feito, mas agora nos últimos dias um período de estiagem, que fez com que a uva não desenvolvesse e ficasse parada”, disse.

De acordo com a Emater de Erechim a floração foi comprometida. O que vai acabar reduzindo um pouco a produtividade. E o instituto brasileiro de geografia e estatística também confirmou a redução de pelo menos 13% na safra de uva deste ano. Ou seja, além de serem colhidas mais tarde a quantidade também será menor. “Nos tivemos a nível de Estado várias interferências do tempo. Aqui em Erechim perdas de 30 a 40% em muitos parreirais, mas em outros uma produção normal. Em media de 18 toneladas por hectare, ou seja a variação de um produtor para o outro é bem significativa”, pontua.

A colheita por aqui deverá começar pelo final do mês de janeiro e início de fevereiro, mas por outro lado consumidor terá uvas por mais tempo.

 

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Publicidade