PUBLICIDADE

Brasil

Publicidade

Senador convida o deputado Paparico Bacchi para integrar grupo de trabalho

Deputado Paparico Bacchi esteve reunido com o senador Márcio Bittar, acompanhado do deputado Giovani Cherini e do prefeito de Liberato Salzano

Por: Ascom
Brasília

O deputado Paparico Bacchi foi convidado pelo senador Márcio Bittar (AC) para integrar o grupo de trabalho que analisa o texto da PEC 188/2019. O relator da proposta que aguarda parecer na Comissão de Constituição e Justiça do Senado Federal, formalizou convite ao presidente da frente parlamentar que estuda o assunto na Assembleia Legislativa, após audiência realizada em Brasília no fim da tarde desta terça-feira (10). A reunião foi acompanhada pelo prefeito de Liberato Salzano, Gilson De Carli e pelo coordenador da bancada gaúcha federal, deputado Giovani Cherini.

Retrocesso social e econômico

No encontro, Paparico Bacchi expôs a preocupação de prefeitos e lideranças dos 231 municípios gaúchos ameados de extinção. O parlamentar, que também é líder da bancada do Partido Liberal na Assembleia Legislativa, reiterou ao
senador Márcio Bittar, que o artigo 115 da proposta assinada pelos senadores Fernando Bezzera Coelho e Eduardo Gomes, subscrita por outros 29 parlamentares, é um “retrocesso e terá consequências sociais e econômicas em 25 regiões do Rio Grande do Sul”.

Experiências de gestão

Nacionalmente conhecido como “o prefeito de um secretário só”, Paparico Bacchi relatou ao senador sua experiência no período em que foi prefeito do município de São João da Urtiga (2009-2016). Na época, Paparico Bacchi, implantou modelo de gestão baseado na austeridade dos gastos, especialmente com pessoal. Na fase inicial do mandato os cargos de confiança não foram preenchidos e apenas um secretário foi nomeado para o primeiro escalão do governo. A meta principal, segundo o deputado Paparico Bacchi, foi valorizar os servidores de carreira e promover o equilíbrio na relação despesa/receita.

Argumento

“A PEC 188/2019 propõe algo semelhante ao nosso modelo de gestão que adotamos há mais de 14 anos em São João da Urtiga. Discordo do tratamento injusto dado aos pequenos municípios que precisarão comprovar sustentabilidade financeira por meio de tributos que não representam a força do trabalho e a capacidade de produção dos 684 mil habitantes que residem nos municípios gaúchos ameaçados de extinção”, reitera Paparico Bacchi.

O argumento do deputado que tem longa experiência em gestão pública, despertou a atenção do senador. Márcio Bittar, imediatamente, convocou Paparico Bacchi para que o mesmo integre o grupo técnico que está debruçado em estudar a PEC 188 e elaborar o relatório que deverá ir ao plenário da CCJ do Senado Federal.

Márcio Bittar anunciou ainda que pretende contar com a presença do deputado Paparico Bacchi nas rodadas de debates em Brasília e confirmou que as sugestões e recomendações coletadas pela frente parlamentar da Assembleia Legislativa, serão incluídas no relatório final. “É uma honra participar deste grupo trabalho. A frente parlamentar que presido na Assembleia Legislativa irá promover audiências públicas em parceria com a Comissão de Assuntos Municipais. Esperamos contribuir com a construção do relatório defender os municípios ameaçados de extinção”, finalizou o deputado Paparico Bacchi.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Publicidade