a rádio web da cidade

AO VIVO
Baixe já seu app
PUBLICIDADE

Agronegócio

Publicidade

Sicredi UniEstados traz especialista para falar sobre o futuro do agronegócio e sobre o Plano Safra 2019-2020

Palestras foram realizadas em Erechim e Concórdia para agentes facilitadores, técnicos agrícolas e colaboradores da cooperativa de crédito

Por: Assessoria de Imprensa Sicredi
Fotos: Divulgação Sicredi
Evento realizado no Rio Grande do Sul

O Agronegócio na Era Bolsonaro: Desafios e Oportunidades foi o tema da palestra promovida pela Sicredi UniEstados. A jornalista especializada em economia e agronegócios e apresentadora do Canal Rural, Kellen Severo, com muita simpatia despertou a atenção de cerca de mais de 350 pessoas entre técnicos agrícolas, agentes facilitadores, parceiros e colaboradores da cooperativa de crédito, em eventos realizados nesta segunda e terça-feira, 10 e 11 de junho, em Erechim/RS, no CER Atlântico, e em Concórdia/SC, no Clube 29 de Julho. Na oportunidade, Kellen, levou uma mensagem de otimismo em relação à expansão e abertura de novas fronteiras agropecuárias, uma vez que o agronegócio está muito ligado à agenda internacional e a guerra comercial, que têm trazido algumas oportunidades nos últimos meses.

Outra oportunidade que surge para o setor Agro do Brasil, no cenário mundial, é a peste suína africana (PSA), que é uma doença causada por um vírus, com potencial de rápida disseminação e que pode causar importantes consequências econômicas. Na China, milhares de suínos foram abatidos desde que o problema foi detectado no país, já que não existe vacina ou tratamento para a PSA. No Brasil, não há registro de Peste Suína Africana desde 1970, quando foi erradicada, e a sanidade dos produtos nacionais está elevando a expectativa para as exportações de proteína animal ao longo de 2019, o que impacta positivamente o setor.

Kellen destacou, ainda, que há muita expectativa pela frente entre as pessoas e produtores, que realmente a rentabilidade no agronegócio vai melhorar. Segundo ela, existe um estado de ânimo e otimismo. “É uma profecia alto realizável, se você acredita que as coisas vão melhorar, naturalmente as suas atitudes convergem para uma melhora, e eu acredito que isso pode acontecer no setor agropecuário”, ressaltou a jornalista.

Conforme explicou Kellen, no Brasil, a recuperação da economia está acontecendo de forma moderada, mas, será possível a partir de medidas e realizações das reformas necessárias por parte do governo. Dentre elas, nomeou a reforma da previdência como o carro-chefe que poderá puxar a guinada econômica no Brasil.  “Um dos impactos diretos da reforma da previdência é na taxa de câmbio. Se uma reforma da previdência acontecer efetivamente, isso geraria uma queda na taxa de câmbio. A reforma impacta diretamente no ritmo de crescimento do país, pois se o país cresce mais, o consumo interno fica mais aquecido. E o mercado de agronegócio que tem o consumo interno como um dos motores acaba sendo impactado”.

Kellen, antes da sua palestra em Concórdia, anunciou, em primeira mão, a confirmação do lançamento do Plano Safra 2019-2020 do Governo Federal no dia 18, em cerimônia a ser realizada no Palácio do Planalto. Na sua avaliação, o Plano Safra está sinalizando para juros mais altos para grandes produtores, redução do volume de recursos, dentro daquilo que vem sendo tomado ano a ano, pequenos e médios produtores serão prioridade e deverão ser priorizadas inovação e armazenagem.

 

PLANO SAFRA

Antes da palestra da jornalista especialista em economia e agronegócio, o presidente da Sicredi UniEstados, Adelar José Parmeggiani, deu as boas-vidas e destacou o papel da cooperativa de crédito no fomento à economia e desenvolvimento das comunidades. Enalteceu também o papel dos parceiros, que auxiliam o Sicredi na concessão do crédito certo, na hora certa, para o produtor certo para transformar a agricultura, gerando renda para o produtor rural.

Em seguida, a coordenadora de Ciclo de Crédito da Sicredi UniEstados, Elis Regina Busatta Mignoni, falou sobre o histórico de liberações de custeios, investimentos e comercialização e também sobre a ferramenta Protec Agro, disponibilizada pelo sistema Sicredi para realização de projetos, que tem como principais vantagens a padronização de informações e a geração de base de dados para anos futuros.

Após, o gerente de Desenvolvimento de Negócios, Patrick Luis Zick, apresentou os números do segmento Agro. Segundo ele, a Sicredi UniEstados conta com 14 mil associados Agro, sendo que 4,5 mil são atendidos com crédito rural. Conforme mostrou, são R$ 660 milhões na carteira de crédito total do segmento; R$ 144 milhões  na carteira de crédito comercial; R$ 256 milhões na carteira de  investimentos; R$ 40 milhões na carteira de capital social; e R$ 129 milhões na carteira de consórcios. “Nós somos especialistas em conceder os recursos, em ir buscar fontes, achar alternativas para atender os produtores. Para saber se realmente aquele produtor precisa de investimento numa correção de solo ou numa máquina, quem nos ajuda são as empresas de assistência técnica que são vocês. Então cada vez mais o nosso trabalho é levar informações e aprender juntos para que se possa atender melhor o produtor”, destacou Patrick ao se dirigir aos presentes.

Encerrando o evento, falou o diretor Executivo da Sicredi UniEstados, Elisandro Luis Marmentini, que enalteceu o papel de cada facilitador de negócio e técnico agrícola como orientador dos produtores rurais, mostrando, as condições diferenciadas e os benefícios que podem obter. Agradeceu a presença de todos, especialmente, das entidades e cooperativas parceiras.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Publicidade