PUBLICIDADE

Economia

Publicidade

Vendas de ar condicionado e ventiladores disparam em lojas de eletrodomésticos

Aqui em Erechim um aumento de pelo menos 10% em vendas em relação ao mesmo período do ano passado

Por: Paloma Mocellin
ventiladorar

Se em dezembro os itens mais procurados eram televisores e celulares, no mês de janeiro essa realidade mudou. Agora o foco das lojas de eletrodomésticos está em ventiladores e ar condicionado. Aqui em Erechim um aumento de pelo menos 10% em vendas em relação ao mesmo período do ano passado.

Além do aumento brusco das temperaturas, as vendas também tem superado as expectativas nas principais lojas de eletrodomésticos de Erechim. Com todo esse forte calor, a saída de muitas pessoas tem sido refrescar suas casas e espaços comerciais. Então voltam à cena os ventiladores, que passaram o inverno pegando poeira. Ou ar-condicionado, que passa a ficar ligado praticamente o dia todo. Mesmo sendo unanimidade na maioria das casas, ainda é grande a venda de aparelhos climatizadores, ventiladores e semelhantes nessa época do ano.

De acordo com a gerente de uma das lojas de Erechim, os aparelhos têm se esgotado no mesmo dia em que chegam. “No estoque da loja, algumas unidades já terminaram, e para muitos itens já temos que encomendar. As condições de pagamento tem facilitado e muito as vendas. Estamos bem otimistas”, disse  Juvane Casagranda.

Só que quem pretende investir em um aparelho de ar-condicionado, vai precisar desembolsar em media R$ 1.300. Já os ventiladores podem ser encontrados por a partir de 100 reais. Mas para quem pretende garantir conforto nestes próximos meses onde o calor ainda deve prevalecer precisa correr porque algumas lojas já estão sem estoque.  Um dos gerentes já diz que a loja vai estar preparada para pelo menos mais um mês de calor intenso. “Um aumento progressivo de 10% em vendas em relação ao ano passado. Estimativa que ainda deve aumentar com mais um mês pelo menos, de calor intenso. Nossa expectativa é muito boa. E estamos sempre renovando nosso estoque”, pontuou o gerente Alessandro Maldamer.

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Publicidade