a rádio web da cidade

AO VIVO
Baixe já seu app
PUBLICIDADE

Cidade

Publicidade

Vereador Ale Dal Zotto recebe presidente da Aquarela Pró Autista

Vereador vê problemas na maneira como a Prefeitura tem agido, já que em alguns casos as parcerias são firmadas rapidamente, mas no caso de entidades assistenciais a burocracia parece ser maior

Por: Da Redação
Fotos: Divulgação
Matéria - Aquarela Pró Autista

Atuante em Erechim desde 2010, a Aquarela – Associação Pró Autista possui um trabalho de grande reconhecimento em toda a região. Sem visar qualquer tipo de lucro, ela presta atendimento adequado a crianças, adolescentes, jovens e adultos com autismo e a suas famílias, facilitando a convivência e a integração destas pessoas à sociedade. Justamente por não ter fins lucrativos, a associação encontra dificuldades para manter sua equipe de profiss.-ionais, situação essa que recentemente ganhou um grande agravante, já que a Prefeitura Municipal deixou de repassar recursos à entidade desde outubro de 2016.

Nesta quinta-feira (8), o vereador Ale Dal Zotto (PSB) recebeu em seu gabinete a presidente da Aquarela Pró Autista, Marilei da Rosa, que expôs ao parlamentar a difícil situação em que se encontra a entidade. Uma alternativa para viabilizar novos recursos seria a Lei 13.019/14, conhecida como Marco Regulatório das Organizações da Socieade Civil, que firma parcerias de mútua cooperação entre a administração pública. Marilei afirma, no entanto, que o Executivo já negou pedidos da associação, além de não prestar o devido suporte em relação a eventuais problemas com documentação. “Esperamos o Município clarear a questão da lei para ser parceiro, para que possamos desenvolver nossas atividades. Nunca recebemos qualquer orientação”, ressalta.

Dal Zotto vê problemas na maneira como a Prefeitura tem agido em relação à referida lei, já que em alguns casos as parcerias são firmadas rapidamente, mas no caso de entidades assistenciais a burocracia parece ser maior. “É necessário que o Executivo trate a todos com o mesmo rigor, sem facilitar para um e dificultar para outro, além de dar o devido amparo técnico às entidades”, afirma o vereador, que se dispõe a acompanhar de perto a situação da Aquarela Pró Autista. “Uma associação que presta um serviço que é referência na região não pode ser deixada à míngua pelo Poder Público”, completa o edil.

 

Como ajudar a Aquarela Pró Autista

             A associação atende hoje 38 usuários em Erechim e outros municípios do Alto Uruguai, mas a estrutura teria capacidade para até 50 pessoas. A falta de recursos, no entanto, não permite que mais funcionários sejam contratados, o que acaba limitando o alcance da Aquarela. Outra forma de amenizar os problemas financeiros da entidade, conforme explica Marilei, é a destinação de parte do Imposto de Renda a iniciativas culturais, sociais, esportivas e da área da saúde, sem qualquer redução ou aumento de dívidas com a Receita Federal. Pessoas físicas podem destinar até 6%, e empresas, até 2%. Para mais informações a respeito de como ajudar a entidade, basta entrar em contato através do telefone (54) 3712-3005, do e-mail autismoerechim@yahoo.com, e da página no Facebook (facebook.com/aquarela.proautista).

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Publicidade