a rádio web da cidade

AO VIVO
Baixe já seu app
PUBLICIDADE

Geral

Publicidade

Vigilância Ambiental diz que situação da dengue está controlada mas há focos do mosquito na cidade

Não está descartada o aparecimento da doença caso população não tome cuidados de prevenção

Por: Paloma Mocellin
DENGUE (5)

Em 2018 Erechim travou uma batalha contra o Aedes Aegypti, o mosquito transmissor da dengue. A cidade estava infestada. A Vigilância Sanitária inspecionou e notificou mais de 800 residências. O ano terminou com a situação controlada. Mas é preciso ficar alerta. Ainda há risco de uma epidemia.

Foram mais de 110 mil inspeções, um total de 858 notificações e 111 focos com resultado positivo para o mosquito Aedes Aegipty. Mesmo assim em 2018 nenhuma multa foi aplicada. A Vigilância em Saúde acredita que a população está mais consciente. Seu Zulmir é um exemplo. Diariamente ele segue as orientações dos agentes de saúde. Cumpre com as exigências e garante a preocupação com o assunto. “Cuido dos vasos das flores para sempre retirar a água, dos lugares com água acumulada sempre limpo, mantenho o terreno todos os dias em ordem”, disse.

O último levantamento de índice predial urbano feito pela vigilância ambiental resultou em um índice de 0,6% considerado de baixo risco. Do início de 2019 até agora já foram analisados 48 focos, destes 37 tiveram resultado positivo. Por isso a responsável pelo setor que controla o aparecimento da dengue na cidade,  reitera que é preciso atenção especial aos imóveis fechados que somam 18% das residências. A Chefe do serviço de Vigilancia Ambiental, Darlise Desordi reitera que os trablhos devem continuar intensamente. ” Vamos intensificar bastante as fiscalizações e que não tenhamos nenhuma pessoa contaminada par evitar danos maiores. Nossa intenção é de não deixar nenhuma casa sem inspeção. Embora não tenhamos problema de resistência todas as casas fechadas são revisadas sempre que possível”, pontuou.

Fica o alerta: só a sua atenção e cuidados diários poderão evitar uma infestação do mosquito e uma consequente epidemia de dengue em Erechim.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Publicidade